Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

EUA assinam acordo de facilitação comercial com o Brasil

Jovem Pan News
Postado em: 20/10/2020

Compartilhe esta notícia:

Jovem Pan News

Nesta segunda-feira (19), os Estados Unidos e o Brasil assinaram um acordo que visa a facilitação do comércio, as boas práticas regulatórias e o combate à corrupção. O presidente Jair Bolsonaro vê essa nova etapa de cooperação entre os dois países com bons olhos e mencionou que também vislumbra um acordo tributário com os norte-americanos no futuro. Em nota conjunta, o Itamaraty e o Ministério da Economia afirmaram que um dos objetivos do pacote é “criar ambiente econômico favorável aos negócios e à reinserção competitiva do Brasil na economia internacional”.

O acordo, assinado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, e o representante do Comércio dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, são resultado de uma reunião entre Trump e Bolsonaro no início deste ano. O presidente do Brasil demonstrou o seu apoio ao republicano na corrida eleitoral norte-americana nesta terça-feira (20). Um dos pontos estabelecidos no acordo é o mútuo reconhecimento dos Programas de Operadores Econômicos Autorizados (OEA), no qual o Brasil deve entrar em um ano, segundo Guedes.

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse ainda que os dois países estão discutindo maneiras de reduzir a dependência brasileira de componentes chineses da infraestrutura de internet 5G. O governo norte-americano alega que esses equipamentos podem trazer risco de espionagem.

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Filhotes de cães e gatos poderão ser inscritos para a primeira feirinha de adoção de 2020

Em meio a guerra na Justiça, candidatos a prefeito participam de debate nesta terça-feira

Votorantim: vereadores vão à Justiça após CEI para apurar fura-filas da vacina não ser instaurada

Após desmonte de acampamento, bolsonaristas lançam fogos de artifício em direção ao Supremo

Abastecimento de água será suspenso na Zona Oeste na manhã desta sexta-feira

Irã admite abate de avião ucraniano com míssel e reconhece erro