Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Erro faz 46 pessoas receberem vacina contra a Covid-19 no lugar da dose de gripe

Foto: Agência Brasil
Postado em: 16/04/2021

Compartilhe esta notícia:

Marcelo Toledo, FOLHAPRESS


Um envio errado de frascos da Coronavac, vacina contra a Covid-19, para um local em que estava sendo realizada a campanha de vacinação contra gripe fez com que 46 pessoas fossem imunizadas indevidamente contra o novo coronavírus, entre elas uma gestante e 28 crianças.


O problema ocorreu em Itirapina (a 215 km de São Paulo) e foi detectado nesta quarta-feira (14) pela própria prefeitura, que informou ter aberto investigação para a apuração de responsabilidades.


Foram imunizados erroneamente na terça-feira (13) 18 adultos, entre elas a gestante, e 28 crianças, no posto de vacinação montado na escola municipal José Cruz.


A falta das 46 doses da Coronavac foi percebida durante o controle do estoque das vacinas e, de acordo com a prefeitura, imediatamente verificou-se a possibilidade de que o erro pudesse ter sido cometido por uma técnica de enfermagem ao fazer a separação da caixa com os frascos da vacina.


Após detectar o erro, a Secretaria da Saúde de Itirapina procurou pessoalmente as famílias dos 46 vacinados para informar sobre o engano. A Vigilância Epidemiológica de Piracicaba foi informada sobre o episódio e também sobre quais medidas deveriam ser tomadas pela administração em relação ao caso.


Até o momento, nenhuma anormalidade foi detectada, de acordo com a administração.


As pessoas que deveriam receber a vacina da gripe (influenza), mas que receberam a Coronavac, serão acompanhadas por 14 dias por uma equipe médica.


Nesta quinta-feira (15), 26 dos 46 vacinados indevidamente passaram por consultas médicas, inclusive a gestante, que foi atendida por um clínico geral e um obstetra.


Já as famílias das crianças, de acordo com a prefeitura, também estão sendo orientadas por uma pediatra, que está fazendo a avaliação das imunizadas.


"Todas as providências para a segurança dessas pessoas foram tomadas e, segundo orientação dos médicos especialistas consultados, o fato não traz riscos para a saúde dos envolvidos", diz trecho de comunicado da prefeitura. Itirapina registrou até aqui 32 óbitos e 1.282 casos confirmados da Covid-19.


Tomar a vacina errada não é um fato inédito em São Paulo. Na terça-feira (13), devido a uma falha interna de comunicação na Secretaria Municipal da Saúde, 103 agentes de trânsito da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) receberam por engano a primeira dose da vacina contra a Covid-19 na capital. Todos deveriam ter sido imunizados contra a gripe.


No texto, é afirmado que agentes da CET estavam autorizados a tomar "a vacina contra a Covid-19". Menos de duas horas depois, um novo comunicado foi enviado, informando que a vacina correta seria contra a influenza.


Entre um comunicado e outro, 103 agentes foram vacinados em postos na Vila Medeiros (Zona Norte), Penha (Zona Leste), Cambuci (Centro) e Butantã (Zona Oeste). Eles receberão a segunda dose da vacina, segundo a Secretaria da Saúde.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Polícia prende traficantes que transportavam drogas em caixa térmica de aplicativo de entregas

Romaria de Aparecidinha leva mais de 50 mil pessoas ao Santuário

Chuva causa prejuízo de R$ 110 milhões ao comércio em São Paulo

Operação Ferro Velho da GCM fiscaliza desmanches na Zona Norte de Sorocaba

Dez grandes momentos de “Game of Thrones” antes da estreia da última temporada

Adolescente é preso após jogar criança de 6 anos do 10º andar da Tate Modern