Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Ediça Madureira, a pena branca que voou ao céu - veja a coluna de Vanderlei Testa

Arte: VT-imagens da família
Postado em: 03/12/2021

Compartilhe esta notícia:

Há cenas de filmes de romance que assisti que começa ou termina com a cena de uma leve pena branca de pássaro flutuando no ar em direção ao infinito. Hoje vou homenagear uma amiga desde a década de 80 quando trabalhava com comunicação. A Ediça Madureira me foi apresentada pelo jornalista Rui Albuquerque, diretor de uma agência de publicidade. Ela era essa pena branca que voava em generosidade até às pessoas.

 

Educadíssima, gentil e sempre com palavras delicadas, a Ediça sorria ao ser apresentada naquela tarde ensolarada de Sorocaba. O Rui contava um pouco do Ary Madureira, marido da Ediça que trabalhava com criação de textos de roteiros nos programas do Chico Anísio. Um casal apaixonado que gerou uma família iluminada pelo dom do amor.

 

Em vida, a Ediça foi tema de um artigo que escrevi na edição impressa do Jornal Ipanema. Desta vez, com saudade e pensando nestas décadas de amizade, recebo a notícia da partida da Ediça ao plano superior da vida eterna. As mensagens que li na quarta-feira, (1º de dezembro) estavam repletas de gratidão dos amigos pela amizade com essa lutadora mulher que passou nos últimos anos por enfermidade e nunca se deixou abater. Podia até não reconhecer quem a visitava, mas sorria com a alma sabendo que ali estavam os seus anjos. A neta da Ediça Merly Garber de Madureira e orgulhosa pela amada avó, contou que ela veio ao Brasil aos 12 anos de idade.

 

Todos os cinco irmãos Merly Garber fugindo da guerra, juntamente com o bisavô e bisavó. Eles eram judeus poloneses e se sujeitaram deixar tudo para trás para serem imigrantes ao Brasil. Sem falarem o idioma e sem condições materiais para enfrentarem a nova vida no país. Ediça e Marcos Cesar, nome do seu pseudônimo artístico como roteirista e escritor de crônicas, tiveram três filhos, Patricia, Maria e Marcos Uma das filhas, a Paty Madureira, conta que perdeu o amado pai quando tinha 17 anos de idade. Aprendeu com os pais a respeitar os valores humanos que são os verdadeiros bens de uma pessoa.

 

Ficaram os conselhos: “viva cada dia como se fosse o único, dê atenção aos detalhes, às pequenas coisas da vida, apenas viva”. A Maria Madureira acompanhou a enfermidade da mãe, na Espanha, onde mora.

 

Durante o Alzheimer (Alzheimer é uma doença neurodegenerativa progressiva que se manifesta apresentando deterioração cognitiva e da memória de curto prazo e uma variedade de sintomas neuropsiquiátricos e de alterações comportamentais que se agravam ao longo do tempo). Numa declaração emocionante, Maria e Paty escreveram: “te amo mãe. Cada dia que eu me levanto penso em ti, minha loira maravilhosa. Todos nós temos defeitos, mas você me deu a vida e me ensinou a viver. Eu te amo, minha menina. Agora eu sou a tua mãe e você é minha filha. Uma mistura boa de samba. Amor é isso. Destrói fronteiras, não conhece idade, é simplesmente isso, amor”!  Marcos, disse: “Ficarão para sempre no meu coração o seu amor de mãe e as saudades”.

 

Jornalistas da Associação Sorocabana de Imprensa se manifestaram nas redes sociais, como a Angela Fiorenzo: “uma prece para a Ediça. Que siga um caminho com luz”. Helena Gozzano: “Ediça, uma mulher maravilhosa”.

 

Zaira Chaves, uma das amigas de três décadas da Ediça, manifestou a sua tristeza com a perda da companheira de centenas de eventos realizados em seu buffet, incluindo a sua Bodas de Prata de casamento. A Ediça era como irmã em nossas vidas, testemunhando em 80 anos de existência a sua grandiosidade de luz e de respeito ao próximo.

 

A pena branca da pombinha Ediça, uma anja amiga que só fez o bem, já está no céu junto com o seu amado Ary Madureira, escrevendo um novo capítulo da sua história.

 

Vanderlei Testa (artigovanderleitesta@gmail.com) escreve no portal do Jornal Ipanema.

 

 

 

 

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Sorocaba registrou 4 casos de Sarampo em 2020; Em 2019, foram 76

Vá em paz, Bottesi! - veja a coluna semanal de Vanderlei Testa

Petrobras sobe gasolina em 3,3% a partir desta quinta (12)

Licitação do Carnaval foi denunciada pelo IPA Online e é um dos alvos da operação

Anvisa autoriza ampliação do prazo de validade das vacinas da Janssen contra a Covid

Brasil tem recorde de novos casos de Covid-19 e chega a 923 mil no total