Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Dono de rede de sorveterias na Zona Norte é preso por liderar PCC e chefiar tráfico

Postado em: 01/03/2019

Compartilhe esta notícia:

A Polícia Civil de Sorocaba, por meio do trabalho da Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes) prendeu, nesta madrugada de sexta-feira (1), um homem suspeito de ser o contador do tráfico de drogas e integrar o “alto clero” do PCC no município.

O traficante foi preso na casa onde mora, localizada no Ibiti Reserva, condomínio de luxo. Segundo informações do repórter Rubens Maximiano, diretamente da Dise, o delegado Wilson Negrão relatou que o suspeito possuía uma rede de sorveteria com unidades na Zona Norte e Oeste, e o buffet infantil utilizados para lavar dinheiro para a facção.

Em uma das quatro sorveterias que ele administrava foi apreendida uma mochila com mais de 300 porções de drogas.

A movimentação do dinheiro de drogas chegava a até R$ 2 milhões/mês. O faturamento diário da sorveteria, por exemplo, chegava a R$ 300 dia. No fim do mês, segundo a polícia, o dinheiro obtido com a criminalidade era lavado nas sorveterias e buffet.

A empresa de sorvetes ao qual a Polícia Civil divulgou à imprensa entrou em contato com a redação Ipa Online e enfatizou sua idoneidade a respeito do assunto retirando de si qualquer ligação ou envolvimento com o crime.

O suspeito seria responsável por toda a contabilidade do tráfico e da facção. Na casa de Pires foram apreendidas uma máquina contadora de dinheiro e 20 quilos de drogas. Ele já responde a processo de corrupção ativa.

width=581

width=581

width=1000
Foto: divulgação/Polícia Civil

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Londres adotará restrições mais duras para conter alta da covid-19

Maus-tratos: cachorro encontrado tremendo dentro de lixeira é resgatado na região do Wanel Ville

Trio é detido após furtar cabos de energia de empresa desativada em Sorocaba

Prefeitura publica edital da Lei Aldir Blanc para o subsídio dos espaços culturais - veja a coluna de José Simões

Governo é condenado a pagar R$ 50 mil por falas de Weintraub sobre maconha nas universidades

Vendas pela internet crescem 41% às vésperas da Black Friday, diz Nielsen