Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Dom Julio em visita missionária na Ilha de Marajó - veja a coluna de Vanderlei Testa

Arte: VT
Postado em: 21/01/2022

Compartilhe esta notícia:

A distância de São Paulo até a Ilha de Marajó é de 2.534 km. De ônibus, mais de dois dias de viagem. Dia 20 de janeiro foi comemorado o dia de São Sebastião e, entre os municípios com homenagem ao santo de origem romana, consta São Sebastião da Boa Vista. Uma grande festa anual de 10 a 20 de janeiro de cada ano atrai moradores do Estado do Pará. Apesar de toda essa longa viagem, seja de ônibus ou de avião em oito horas de aperto em poltrona econômica, o arcebispo metropolitano de Sorocaba Dom Julio Endi Akamine foi a São Sebastião em visita missionária desde o dia 17 de janeiro. No dia 20, data festiva de São Sebastião, Dom Julio e o bispo Dom Teodoro Mendes participaram de procissão pelas ruas da cidade e celebração do padroeiro na paróquia. O padre Jean Carlos Alves da Silva, da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, em Piedade, onde atua como vigário coadjutor está acompanhando Dom Julio Akamine.

 

A visita missionária à Paróquia São Sebastião do município de São Sebastião da Boa Vista, Ilha do Marajó, Diocese de Ponta de Pedras, estará sendo nos próximos dias a evangelização de Dom Julio em terras distantes na costa do Brasil no Estado do Pará. O objetivo é conhecer a realidade dessa Igreja “co-irmã” da arquidiocese de Sorocaba.

 

Conhecida como a Veneza da Ilha de Marajó, essa cidade de São Sebastião tem entre as suas igrejas católicas a paróquia de Ponta das Pedras. O padre Jean Carlos que acompanha Dom Julio Akamine deverá brevemente retornar para a Ilha de Marajó realizar uma missão dentro da sua vocação sacerdotal missionária. Os atos missionários pela cidade e região de vilas ribeirinhas, usando embarcações fazem parte desse trabalho de evangelização. A Ilha de Marajó está separada do continente do chamado delta do Amazonas, Rio Pará e pela baixa do Rio Marajó. Fica na ponta do mapa com o oceano Atlântico mostrando a paisagem da boa vista incorporada ao nome da cidade com origem nos tempos coloniais de 1578.

 

 A cidade de 27 mil habitantes está repleta de canais de água e palafitas como residências de moradores, conforme mostram as fotos de Dom Julio que ilustram este artigo. O padre Jean Carlos que acompanhou Dom Julio nos seus atos missionários, na paróquia e comunidades eclesiais de base (CEB), visitou as casas dos paroquianos juntamente com os representantes da Diocese local. A Diocese de Ponta das Pedras tem como bispo Dom Teodoro Mendes Tavares. Nossa Senhora da Assunção é a padroeira da diocese e do Seminário Maior, fundado em 1990.

 

Nas postagens de Dom Julio Endi Akamine em sua rede social-página do facebook-, ele registrou as suas visitas e locais onde tem feito a sua participação em celebrações com os moradores boa-vistenses.

 

Centenas de mensagens são publicadas na página de Dom Julio com orações pela sua missão em terras distantes. Na próxima semana, Dom Julio estará de volta a Sorocaba e terá mais esta experiência pastoral para contar em seus testemunhos de vida nas homilias que realiza diariamente nas missas e em seus canais de comunicação, como o site da arquidiocese.

 

Vanderlei Testa (artigovanderleitesta@gmail.com) Jornalista e Publicitário escreve no jornal Ipanema e mídias sociais.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Suspeito de matar estudante em ‘saidinha’ é transferido a penitenciária do Estado

Criança de 5 anos morre após ser atropelada durante perseguição policial

Caso Flordelis: advogado de Anderson entra com pedido de prisão e diz que deputada ‘zomba com a cara da Justiça’

UBS do Aparecidinha é revitalizada e passa a atender também como PA 24 horas

Ministro da Saúde Eduardo Pazuello diz que tem vacina em mãos e acusa Doria de marketing

Sobe para 25 o número de casos confirmados do novo coronavírus no país