Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Dom Julio destacou na Jovem Pan as celebrações do Natal e Ano Novo em Sorocaba - veja a coluna de Vanderlei Testa

Arte: VT
Postado em: 23/12/2021

Compartilhe esta notícia:

A solenidade do Natal está na mente e nos corações das pessoas. Impossível desconsiderar que essa data mexe com os sentimentos da humanidade. Há programação 24horas em canais de televisão que veiculam filmes de histórias de Natal. Nas Igrejas católicas, a novena de Natal antecipou durante nove dias as orações na espera do Menino Jesus. Os quatro domingos chamados de tempo do advento, foram dedicados à espera do Senhor Jesus. As inúmeras manifestações populares, com a montagem do presépio, árvore de Natal, guirlandas, iluminação e decoração nas lojas e nas ruas, a figura do papai Noel, enfeites para as casas vendidas principalmente nas lojas dos chineses, como em Sorocaba na rua XV de Novembro, complementam a série visual a qual o povo é motivado a comprar. Há, no entanto, um motivo maior e principal que precisa ser considerado. O dia 25 de dezembro, aniversário do nascimento do filho de José e de Maria em uma manjedoura, vai além de um parto e um bebê. O filho de Deus, feito homem e escolhido para viver entre as pessoas há dois mil anos teve um objetivo ao nascer pelo amor do Pai eterno. A sua missão salvadora da humanidade permanece até hoje a nos proporcionar escolhas entre o bem e o mal. Uma vida, crendo ou não na promessa da salvação, poderá ser libertada com uma conversão através da experiência pessoal com Jesus. Isso não é catequese, mas a realidade constatada por milhares de santos que deixaram o seu testemunho escrito nas páginas da história.

 

O arcebispo Dom Julio Endi Akamine esteve na rádio Jovem Pan no dia 24 de dezembro e destacou no programa de jornalismo com Kiko Pagliato, Gustavo Ferrari, Rosana e equipe, as celebrações de Natal em Sorocaba. As sábias palavras do arcebispo na véspera de Natal ajudaram os ouvintes a refletirem o que o papa emérito Bento XVI, disse: Diante do presépio estamos diante desse mistério de Jesus que “assume em Si a humanidade inteira, toda a história da humanidade, e imprime-lhe uma reviravolta nova, decisiva rumo a um novo ser pessoa humana” (Bento XVI).

 

Dom Julio enfatizou: Todos os anos ao chegar à época natalina muitos se perdem entre presentes, correrias às lojas, mesas fartas de comida... Mas será o Natal apenas isso? Não! Natal é tempo de celebrar a encarnação do nosso Salvador Jesus e assim deixar desenvolver em nossos corações o amor, a paz e a esperança. Natal é momento de perdão, deixar de lado as tristezas e as amarguras do passado, e é época de fortalecer o coração na fé. Natal é tempo de família, de restabelecer se foi abalada, tempo de muitos risos e alegrias. É época de fraternidade e união, e de buscar manter está harmonia no ano novo e assim, a cada ano, neste período poder renovar os propósitos de amor e manter a vida sempre abençoada.

 

Um comunicado de dom Julio Endi Akamine a população que frequenta a romaria de Aparecidinha, orientou sobre os cuidados a serem observados durante a permanência a este evento organizado pela arquidiocese de Sorocaba.

 

Para começar bem o Ano Novo com Nossa Senhora, convido todos os fiéis de nossa Arquidiocese a participarem da 123º Romaria de Aparecidinha, que será no dia 01 de janeiro de 2022, começando às 5h no Santuário Novo de Aparecidinha. Para que possamos elevar a Deus um digno louvor e honrar Nossa Senhora Aparecida, cada um deve assumir alguns compromissos concretos.

 

 Participe de uma das missas: a missa de abertura será às 5h no Santuário Novo de Aparecidinha e a missa de conclusão será na Catedral Metropolitana de Sorocaba por volta das 11h.

 

 Reze individualmente ou em grupo o Santo Rosário. Teremos um serviço de som, mas ele não atinge toda a extensão da Romaria, por isso procure participar devota e atentamente da Romaria com a oração. A Romaria não é uma passeata nem mera caminhada. É um ato de louvor motivado pela fé em Deus e pela devoção à Nossa Senhora.

 

 A procissão tem uma extensão aproximada de 12 km e uma duração de mais ou menos 5 horas. Por isso, além do rosário, leve o necessário para sua segurança: roupas e calçados leves, alimento e água, filtro solar e capa de chuva, máscaras, álcool em gel, etc.

 

 Para honrar Deus e Nossa Senhora, queremos também evitar sujar as ruas que fazem parte do itinerário da Romaria. Cuidado maior deve-se ter com o descarte de máscaras usadas: não as descarte, mas as leve consigo para fazer o descarte apropriado. Os católicos são gente ordeira e bons cidadãos, por isso, além de demonstrar publicamente a nossa fé, manifestemos também nossa responsabilidade social e civil.

 

Atendendo ao pedido da Prefeitura Municipal de Sorocaba e também ao apelo de várias pessoas que se incomodam com o estouro de fogos de artifício, exorto que não sejam soltos rojões durante a Romaria. Mesmo que outras manifestações incomodem muito mais, desejamos que, de nossa Romaria, o que mais se ouça sejam as nossas orações e cantos.

 

 Observe atentamente os protocolos sanitários anti-Covid. Use máscara o tempo todo da Romaria e a substitua com frequência. Evite aglomeração. Se tiver sintomas ou se não estiver imunizado, não participe da Romaria.

 

Esperando encontrá-los em breve na Romaria,

 

Vanderlei Testa (artigovanderleitesta@gmail.com) Jornalista e Publicitário escreve aos sábados no jornal Ipanema.

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

PM é morto com tiro de fuzil na cabeça durante abordagem

Se Deus quiser vou continuar meu mandato, afirma Bolsonaro

Pré-candidatos às Eleições 2020 já podem arrecadar verba com financiamento coletivo

A crise da cultura no conservatório dramático de Tatuí - confira a coluna de José Simões

`Bolsonaro deveria levar uma surra de cinto´, diz atriz Cássia Kis

Vereador pede à Prefeitura que coloque um Guarda Civil Municipal em cada escola