Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Covid-19 faz 3 novas vítimas fatais e segue lotando os leitos de UTI em Sorocaba

Foto: Reprodução
Postado em: 01/03/2021

Compartilhe esta notícia:

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Saúde (SES), registrou aumento do número de recuperados da Covid-19 nestsegunda-feira (1), chegando ao total de 34.527. Já os casos confirmados com a doença passaram de 35.657 para 35.671 na cidade.

 

Os óbitos com a confirmação da doença aumentaram para 760 e a taxa de letalidade no município é de 2,1%, abaixo da taxa estadual, que é de 2,9% e da nacional, que se encontra em 2,4%.

 

Sorocaba recebeu a notificação de mais 14 casos confirmados da Covid-19, 37 recuperados e três óbitos, esses ocorridos desde o dia 23 de fevereiro, mas informados pelos hospitais à Vigilância Epidemiológica e computados apenas no dia de hoje. Do total de confirmados, 66 estão internados (45 em UTI) e o total de pessoas em recuperação (isolamento domiciliar) é 318.

 

A cidade apresentou queda do número de pessoas com suspeita de contaminação pelo Coronavírus e que aguardam resultados, de 714 para 664. Entre os suspeitos, 79 estão internados em hospitais da cidade, sendo 33 em UTI. Há dois óbitos em investigação. O número de descartados por resultados negativos da doença aumentou para 87.449.

 

Taxa de ocupação dos leitos Covid

 

No censo diário de leitos da Covid-19 desta segunda, no Hospital Estadual Adib Jatene dois leitos clínicos Covid estão ocupados, sendo cinco pactuados. Já os 20 leitos de UTI Covid (Unidade de Terapia Intensiva) encontram-se 100% ocupados.

 

Outro hospital de esfera estadual, o Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS), possui oito leitos clínicos Covid e seis estão ocupados. O leito de UTI infantil Covid está desocupado. Dos 30 leitos de UTI Covid disponibilizados neste hospital, 29 estão ocupados.

 

Dos hospitais contratualizados pela Prefeitura de Sorocaba para oferecer leitos Covid, a Santa Casa está com 66,66% de ocupação nos leitos clínicos Covid. Ou seja, dos 21 existentes, 14 possuem pacientes. A ocupação de UTI Covid da Santa Casa é de 92,72%, o que representa 51 leitos ocupados dos 55 contratados.

 

O Hospital Santa Lucinda possui um total de 18 leitos clínicos Covid e 14 estão ocupados. O mesmo hospital também possui dois leitos de UTI Covid que encontram-se desocupados. Dos seis leitos clínicos Covid do GPACI, dois estão ocupados.

 

Na rede particular, o Hospital Unimed encontra-se com 100% de ocupação dos leitos adultos clínicos Covid (21 leitos ocupados dos 21 pactuados) e 85% dos de UTI (17 leitos ocupados dos 20 existentes). Os dois leitos infantis de UTI Covid deste hospital encontram-se ocupados.

 

O Samaritano possui 15 leitos clínicos Covid ocupados do total de 21 existentes. Já a UTI Covid dessa mesma instituição está com 90% de ocupação, o que significa 18 leitos ocupados dos 20 disponibilizados. Dos dois leitos de UTI Covid para crianças, nenhum possui paciente.

 

O Hospital Evangélico atingiu 80% de ocupação de sua UTI Covid (oito leitos ocupados dos 10 pactuados) e 53,33% dos leitos clínicos (oitoleitos ocupados dos 15 pactuados).

 

Conscientização e combate à Covid-19

 

A Secretaria da Saúde (SES) reforça que é preciso que as pessoas continuem usando máscara, álcool em gel e mantendo o distanciamento social. A conscientização da população sobre as medidas preventivas de combate à Covid-19 é fundamental.

 

Óbitos

 

– Mulher de 70 anos, cardiopata. Faleceu em hospital particular de Sorocaba no dia 23 de fevereiro;

 

– Mulher de 27 anos, puérpera. Faleceu em hospital público de Sorocaba no dia 28 de fevereiro;

 

– Homem de 72 anos, cardiopata. Faleceu em hospital público de Sorocaba no dia 28 de fevereiro.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Avenida 31 de Março terá trecho interditado a partir de segunda-feira

Carnaval de rua é cancelado em São Paulo

Prefeitura de Sorocaba abre processo seletivo para Programas de Residência Médica

Preço da gasolina sobe pela segunda vez em uma semana

Dados não mostram pandemia no ‘finalzinho’ como defende Bolsonaro

Em dois dias, mais de mil pessoas são vacinadas em São Paulo