Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Cartão unitário do transporte coletivo de Sorocaba deixará de ser vendido

Arquivo
Postado em: 24/08/2020

Compartilhe esta notícia:

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Urbes – Trânsito e Transportes e da Secretaria de Mobilidade e Desenvolvimento Estratégico (Semob), informa que a partir do dia 24 de agosto de 2020 a venda do cartão unitário do transporte coletivo será suspensa. Os passageiros poderão substituí-lo pelo cartão social sem nenhum custo, já que o crédito unitário presente nesse tipo de cartão será transferido para o outro, automaticamente. O prazo para solicitar a transferência de créditos para o cartão social é 23 de setembro de 2020, na Central de Atendimento do Terminal São Paulo (TSP). A partir de 24 de setembro os atuais validadores de cartões unitários serão retirados dos ônibus e dos bloqueios dos Terminais.

Os usuários que necessitarem de passagem unitária poderão fazer a aquisição em postos de venda próprios, localizados nos terminais urbanos e Casas do Cidadão, em postos credenciados, ou ainda por meio de aplicativo. O tíquete tem duração de 1h.

O cartão cidadão, estudante, ou qualquer outro cartão continuarão a ser comercializados e dão direito a integração no período de 1h30, ao custo de uma passagem, via conexão entre linhas. Eles ainda possibilitam o uso das bicicletas públicas, após cadastramento. O cadastro para o Cartão Cidadão agora está disponível no site da Urbes.

O aplicativo para a compra de crédito pode ser baixado nas tecnologias Android e IOs em https://www.urbes.com.br/cittamobi.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Defesa de Silveira diz que prisão de deputado é "violento ataque" à liberdade de expressão

Vereador questiona Prefeitura sobre manutenção de ferrovia em potilhão sobre a marginal

Senador paraguaio defende morte de 100 mil brasileiros que vivem no país

Lula ataca Lava Jato e diz não ser pombo para usar tornozeleira

Caixa credita hoje saque emergencial do FGTS para nascidos em outubro

Itália determina que bares fechem cedo contra nova onda de covid-19