Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Câmara debate IPTU Complementar e Jaqueline chama vereadores para reunião sobre o assunto

Postado em: 14/10/2019

Compartilhe esta notícia:

A Câmara Municipal de Sorocaba realizou na manhã desta segunda-feira (14), por iniciativa do presidente Fernando Dini (MDB), audiência pública com o tema “IPTU Complementar”, para discutir as cobranças extras do imposto emitidas pela Prefeitura a 56 mil proprietários de imóveis do município.

 

As cobranças complementares foram realizadas mediante aferição por imagens aéreas (georreferenciamento) feitas por uma empresa contratada pelo Executivo, gerando diversas dúvidas e reclamações por toda a cidade.

Participaram da audiência os vereadores Engenheiro Martinez (PSDB), Francisco França (PT), Iara Bernardi (PT), João Donizeti (PSDB), Péricles Régis (MDB), Renan Santos (PCdoB), Silvano Junior (PV), Vitão do Cachorrão (MDB) e Wanderley Diogo (PRP).

 

A mesa principal contou com a presença dos secretários municipais da Fazenda, Marcelo Regalado, de Assuntos Jurídicos, Roberta Pereira, de Habitação, Sergio Barreto, e de Planejamento, Fábio Martins. Também participaram da audiência representantes da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Sorocaba, da Associação Comercial, de associações de moradores de diversos bairros e do Secovi-SP.

 

No decorrer da audiência pública, o secretário Marcelo Regalado disse que seria suspensa a cobrança de todos os imóveis cujos proprietários entraram com recursos na Prefeitura, que, segundo ele, totalizam cerca de três mil processos. Todos esses casos, segundo o Executivo, serão verificados in loco por técnicos da Prefeitura.

 

Dini considerou positivo o anúncio, mas manifestou preocupação com a capacidade de analisar todos os recursos em tempo hábil. “Até o fim do ano, seriam aproximadamente 40 visitas técnicas por dia. Se não forem todos julgados, o IPTU complementar já estará incorporado no próximo ano. Acredito que possa ter uma grande evasão de receitas também no próximo ano”, argumentou o vereador.

 

Os demais vereadores reiteraram a preocupação e reivindicaram a suspensão completa do IPTU complementar. Marcelo Regalado argumentou que por motivos legais a Prefeitura não pode renunciar à cobrança do imposto, o que foi contestado pelos parlamentares.

 

O vereador Renan afirmou que a providência solicitada em benefício dos munícipes depende apenas de vontade política da administração. França disse que a cobrança pegou a população de surpresa, causando sérios prejuízos aos cidadãos, e por isso qualquer correção deveria ser incorporada apenas no ano seguinte. “IPTU se paga uma vez só no ano. É um absurdo o cidadão ter que pagar esse imposto no fim do ano”, pontuou.

 

Vitão do Cachorrão relatou diversos erros na aferição da área dos imóveis e afirmou que o povo não pode ser prejudicado por isso. “O problema não está na cobrança, mas na maneira que foi feita”. João Donizeti reclamou da falta de comunicação prévia à população e sugeriu uma campanha permanente de incentivo à regularização de imóveis.

 

Diogo acrescentou que diversos transtornos estão sendo enfrentados pelos moradores que precisam se locomover até a Prefeitura para pedir a revisão da cobrança. Engenheiro Martinez apontou ainda o problema de que o georreferenciamento não consegue determinar o padrão da obra, que influencia no valor do imposto.

 

Iara afirmou que a confusão criada com a cobrança do IPTU complementar é resultado da falta de planejamento da Prefeitura e Silvano Junior defendeu que toda cobrança adicional só pode ser incorporada no imposto no carnê do próximo ano.


Ao final da audiência pública, Dini anunciou que a prefeita Jaqueline Coutinho (PDT) receberá os vereadores em uma reunião ainda nesta semana (podendo ser nesta terça-feira) para discutir a maneira como o tributo está sendo cobrado.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Acordo DEM-MDB é peça central para montagem da candidatura Doria-2022

Polícia Civil investiga morte de mulher que caiu do 6º andar de prédio em Votorantim

‘Se não posso ser bem recebido em Nova York, seremos no Texas’, diz Bolsonaro

Servidores que atuarão no Hospital de Campanha recebem treinamento especializado sobre Covid-19

Prefeitura retira mais de 280 m3 de materiais descartados irregularmente

Aposta de Laranjal Paulista acerta cinco dezenas da Mega-Sena