Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Bruno Covas melhora de inflamação no cólon e recebe alta em SP

Arquivo / Agência Brasil
Postado em: 15/05/2020

Compartilhe esta notícia:

Artur Rodrigues, da Folhapress

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), recebeu alta nesta sexta-feira (15), após ser internado devido a uma inflamação no cólon.

De acordo com o Hospital Sírio-Libanês, onde Covas estava internado desde quarta-feira (13), os exames evidenciaram quadro de colite autolimitada (inflamação do intestino com melhora espontânea).

"O prefeito apresentou rápida melhora clínica e, após período de vigilância médica, deixou o hospital hoje", diz nota.

Covas foi hospitalizado porque sentia dores abdominais desde terça (12). Ele foi ao Sírio-Libanês para uma avaliação clínica, que apontou colite, uma inflamação no cólon, parte central do intestino grosso.

Covas, 40, está em tratamento para conter um câncer no sistema digestivo, entre o esôfago e o estômago, descoberto no passado. Ele é acompanhado pelas equipes médicas coordenadas por David Uip, Roberto Kalil Filho, Artur Katz e Tulio Eduardo Flesch Pfiffer.

Apesar dos problemas, o prefeito continua exercendo sua atividade. Em entrevista recente ao jornal Folha de S.Paulo, ele afirmou que as dificuldades enfrentadas por São Paulo na pandemia do novo coronavírus não têm impedido suas sessões de imunoterapia.

"Continuo indo. As oito sessões de quimioterapia fizeram sumir dois dos três tumores. Um permaneceu, mudei o tratamento. Depois de três sessões, fiz uma nova bateria de exames e uma quarta sessão. Ela não tem a rapidez da quimioterapia, mas os médicos ficaram muito contentes com o resultado", afirmou.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Campanha do Agasalho arrecada 1.500 peças em 15 dias

Prefeitura faz ‘Operação Narguilé’ em 11 estabelecimentos de Sorocaba

Tombo da economia brasileira em 2020 será menor que o esperado

UNIP transmite live “Cuidados com a saúde para manter a imunidade em alta antes do Enem”

Votorantim confirma mais três mortes por Covid-19; total chega a 39

Feriadão da Proclamação da República registra 75 mortes e mais de mil feridos nas rodovias federais