Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Bolsonaro ataca Flávio Dino e diz que chefes comunistas costumam ser gordos

Foto: Adriano Vizoni/Folhapress
Postado em: 11/01/2022

Compartilhe esta notícia:

UOL/Folhapress

 

O presidente Jair Bolsonaro (PL) usou exemplos de "chefes comunistas gordinhos" para atacar a forma física do governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB-MA). A declaração foi feita pelo presidente a apoiadores, nesta terça-feira (11), durante a sua chegada ao Palácio da Alvorada, em Brasília.

 

"A senhora [uma apoiadora, que estava no local] é do estado do Partido Comunista do Brasil. Você já reparou que os países comunistas, geralmente o chefe é gordo? (Risos) Coréia do Norte? Venezuela? São gordinhos, né? Maranhão? (Risos)", disse Bolsonaro.

 

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa do governo do Maranhão e aguarda o retorno. Dino, que, em junho, migrou do PCdoB para o PSB, está em seu segundo mandato como governador do estado e é considerado um dos principais opositores ao governo de Jair Bolsonaro, com voz atuante, principalmente no período de enfrentamento à pandemia de Covid-19.

 

Desde o início da crise sanitária, Bolsonaro tem atacado governadores e prefeitos, dizendo que as medidas de combate à pandemia prejudicaram a economia.

 

O presidente também tenta se eximir de culpa distorcendo uma decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), que julgou concorrente a competência de todos entes na questão sanitária. Bolsonaro mente ao dizer que o Supremo tirou seu poder de agir na pandemia.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

VÍDEO - Em Votorantim, Fabíola Alves acompanha a primeira vacinação contra covid-19

GCM detém homem que descumpriu medida protetiva e agrediu ex-companheira

Nota Fiscal Paulista libera mais R$ 13,3 milhões em créditos hoje

E-mails mostram: Crespo cobra Eloy por “matérias pagas que temos feito” em jornal

Sindicato dos Motoristas de Ônibus faz ameaça de “protesto” por atraso no adiantamento salarial

Por que a “Vale” não aprendeu com “Mariana”?