Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Anvisa autoriza ampliação do prazo de validade das vacinas da Janssen contra a Covid

Foto: Agência Brasil
Postado em: 15/06/2021

Compartilhe esta notícia:

Natália Cancian, FOLHAPRESS


A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou nesta segunda-feira (14) uma ampliação do prazo de validade da vacina produzida pela farmacêutica Janssen, da Johnson & Johnson, contra a Covid-19.


Com a medida, a validade, que era de 3 meses, passará para 4,5 meses para vacinas armazenadas em temperaturas de 2ºC a 8ºC.


A aprovação deve ter impacto direto no uso de 3 milhões de doses da farmacêutica que estavam previstas para chegar nesta terça e que agora são esperadas ao longo desta semana. Inicialmente, a data de validade dessas doses era 27 de junho.


A aprovação ocorreu por meio de decisão de diretores em circuito deliberativo -quando todos os diretores se manifestam sobre um tema por meio de sistema específico, sem que haja reunião presencial para isso devido à urgência.


O pedido para ampliação do prazo de validade foi feito pela empresa na quinta-feira (10), mesmo dia em que a agência reguladora dos Estados Unidos (FDA) aprovou a ampliação do prazo de validade da vacina para 4,5 meses naquele país.


Em nota, a Anvisa diz que a aprovação "foi baseada em uma criteriosa avaliação dos dados de qualidade dos estudos que demonstrou que a vacina tende a se manter estável pelo período (4,5 meses)". Aponta ainda ter considerado decisão recente da agência norte-americana.


A agência lembra ainda que a medida vale para a vacina armazenada na temperatura de 2ºC a 8ºC. Quando armazenada entre temperaturas de -25ºC e -15ºC, o prazo de validade é de 24 meses, a partir da data de fabricação, informa.


Até o momento, a vacina da Janssen é a única já aprovada no país que precisa de apenas uma dose para ter eficácia.


O Brasil tem contratos para obter 38 milhões de doses da Janssen neste ano. As entregas estavam previstas para ocorrer entre julho e dezembro. Uma antecipação passou a ser avaliada recentemente.


Desde então, o Ministério da Saúde tem dito que pretende acelerar a distribuição caso receba a vacina mais cedo. O plano inicial era distribuir as vacinas às capitais, mas alguns estados já dizem que devem estender as doses para mais municípios.


No sábado (12), a pasta chegou a informar a previsão de entrega de 3 milhões de doses para esta terça (15). A data, porém, foi adiada.


Em nota divulgada nesta segunda (14), a pasta confirma a suspensão temporária do envio e diz que aguarda nova previsão de entrega.


"A pasta aguarda confirmação da data por parte do laboratório, mas a expectativa é de que as doses cheguem ainda esta semana ao país em três remessas", informa.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Edital público chama interessados para representação esportiva em Sorocaba

CEA oferece worshops gratuitos sobre Inteligência Emocional e Meditação

Homem suspeito de abusar sexualmente dos filhos é espancado por populares no residencial Carandá

Com voto de Barroso, Supremo interrompe julgamento sobre prisão após 2ª instância

Fiscalização multa 1 e fecha 16 estabelecimentos por descumprimento de decreto

Operação "Pancadão" autua veículos tunados com equipamentos de som