Foto: Divulgação

A Unimed Sorocaba foi homenageada durante o 10º Seminário Hospitais Saudáveis e a 3ª Conferência Latino-Americana da Rede Global Hospitais Verdes e Saudáveis, no Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo.

A cooperativa médica recebeu o reconhecimento pelos seus esforços em reduzir os impactos ambientais relacionados ao gerenciamento de resíduos e às emissões de gases do efeito estufa (GEE). As placas comemorativas foram entregues pela participação do Hospital Dr. Miguel Soeiro (HMS), pertencente à Unimed Sorocaba, no “Desafio 2020 – A saúde pelo clima” e no “Desafio de Resíduos”, por meio do Núcleo de Gestão Estratégica e Sustentabilidade (NGES).

Para Miguel Villa Nova Soeiro Filho, diretor superintendente da Unimed Sorocaba, a instituição está no caminho certo. “Implementamos diversas iniciativas para a sustentabilidade. Articulamos ações ambientalmente saudáveis, socialmente justas e economicamente viáveis, a fim de melhorar a qualidade de vida dos nossos clientes, cooperados, colaboradores e de toda a sociedade”, diz.

Patrícia Bezerra da Silva, gerente do NGES, ressalta que os resultados alcançados pelo HMS são expressivos. “A quantidade de resíduos encaminhados para a reciclagem aumentou e, consequentemente, houve diminuição no montante de resíduos comuns destinados ao aterro sanitário, aumentando sua vida útil”, observa.

O “Desafio 2020 – A saúde pelo clima” mobiliza instituições de todo o mundo para proteger a saúde pública dos efeitos das mudanças climáticas. São três pilares: mitigação, para reduzir a própria pegada de carbono do setor da saúde; resiliência, para preparar-se para os impactos do clima extremo e as alterações na carga de doenças; e liderança, para educar as equipes de saúde e o público e promover políticas de proteção à saúde pública.

Por sua vez, o “Desafio de Resíduos” incentiva o setor de saúde brasileiro a aprimorar suas práticas de gestão. Isso reduz a geração total de resíduos; amplia a reciclagem dos detritos inevitáveis e diminui a proporção de elementos perigosos (que necessitam de tratamento especial), por meio do aprimoramento, seguro e racional, das práticas de segregação.

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here