Por Celso ‘Marvadão’ Ribeiro

Na dúvida, não use crase nunca. Só use quando tiver certeza. É mais chocante uma crase incorreta do que a ausência dela. A ausência dela, mesmo quando gramaticalmente, vá lá, necessária, nem é notada. Já ler “à partir de” ou “à 5 km”, por exemplo, dá cãibra nos olhos.

Quando falamos, não usamos crase, certo? Ou você é daqueles que faz uma pequena pausa e modifica a voz ou levanta o dedo fazendo o sinalzinho da crase no ar? Eheh.

Mas nem é tão difícil aprender as regrinhas básicas do uso desse acento agudo ao contrário para indicar uma contração, isto é, a soma de a+a. O que fode são as exceções totalmente tolas, mas que existem sei lá por qual razão!

No mais, a língua portuguesa deveria abolir o uso do hífen. Nada mais desnecessário. Perdemos um tempão com isso e nunca sabemos direito. O espanhol não usa hífen. Porque ele não faz a menor falta.