Prefeitura inaugura salas de primeiros socorros dos terminais de ônibus

Foto: Agência Sorocaba

O prefeito José Crespo e o presidente da Urbes – Trânsito e Transportes, Luiz Carlos Franchim, inauguraram, no final da tarde desta quinta-feira (10), as salas de atendimento de primeiros socorros nos terminais de ônibus Santo Antônio (TSA) e São Paulo (TSP), com a presença de secretários municipais, vereadores e usuários do Transporte Coletivo. Antes mesmo da entrega oficial, por volta de 15h30, a unidade do TSA atendeu ao mesmo tempo duas grávidas, com 41 semanas de gestação, que estavam em trabalho de parto.

A entrega das unidades atende o pedido feito pelo presidente da Câmara Municipal, Rodrigo Manga, para que fosse implantado o serviço de primeiros-socorros nos terminais de ônibus. “Esse é mais um serviço oferecido à população. Numa feliz coincidência, antes mesmo da inauguração, duas grávidas foram muito bem atendidas num dos momentos mais gratificantes na vida de qualquer pessoa, que é o nascimento de um filho. Agradeço a vocês, bombeiros civis, sem esses profissionais esse serviço não seria possível”, destacou o prefeito José Crespo.

De acordo com o presidente da Urbes, além de atender a solicitação do legislativo, a iniciativa também atende à lei federal nº 13.425, de 30 de março de 2017, que estabelece diretrizes gerais sobre medidas de prevenção e combate a incêndio e a desastres em estabelecimentos, edificações e áreas de reunião de público. Circulam diariamente nos terminais cerca de 120 mil passageiros, sendo 80 mil no Terminal Santo Antônio e 40 mil no Terminal São Paulo.

Em seu discurso, Franchim também destacou a importância do serviço nos terminais de ônibus. “Os atendimentos das duas grávidas é a prova da necessidade da existência destas salas de primeiros-socorros. Estamos trazendo um atendimento que faltava em nossos terminais e que a população merece. Atingimos mais uma meta do nosso prefeito José Crespo”, declarou.

Já o presidente da Câmara Municipal, Rodrigo Manga, parabenizou o prefeito José Crespo pela conquista. “É um sonho realizado. Aqui não é a elite sorocabana que está sendo beneficiada, mas sim as pessoas que mais precisam e que utilizam o Transporte Coletivo em nossa cidade”, enfatizou.

Homenagens

A sala de primeiros socorros do Terminal Santo Antônio ganhou o nome “Dr. Adhemar Guimarães” (1940 – 2014), através da lei municipal 11.710, de 7 de maio de 2018, a pedido do presidente do legislativo. Presente no evento ao lado dos filhos, após ouvir palavras de carinho tanto do prefeito quanto do presidente da Câmara, a esposa de Adhemar, Vera Maria Cenci Guimarães, agradeceu a homenagem: “O que nós trazemos hoje aqui é saudade, mas também gratidão ao prefeito José Crespo e ao Rodrigo Manga por essa homenagem a um sorocabano autêntico, que deixou de legado cinco filhos e catorze netos”, declarou emocionada.

Já a sala de primeiros socorros do Terminal São Paulo recebeu o nome “Flávio Bozzolla” (1930 – 2018), também a pedido de Rodrigo Manga. O sorocabano, de 78 anos de idade, faleceu em fevereiro deste ano, após um acidente de trânsito próximo ao Terminal Santo Antônio. “Com essa homenagem mais um fruto ele nos deixa. Esperamos que essa sala seja utilizada para ajudar as pessoas que precisarem”, declarou o filho do homenageado, Adalberto Bozzolla, que estava presente ao lado dos seus familiares.

Estiveram presentes o vereador Wanderlei Diogo, a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Lilian Crespo, e os secretários municipais Flávio Chaves (Relações Institucionais e Metropolitanas), Hudson Zuliani (Licitações e Contratos), Eloy de Oliveira (Comunicação e Eventos), Gustavo Barata (Assuntos Jurídicos e Patrimoniais), Simei Lamarca (Esportes e Lazer), Fábio Camargo (Habitação e Regularização Fundiária), Luiz Alberto Fioravante (Planejamento e Projetos), Alexandre Robin (Chefe de Gabinete), Marina Elaine Pereira (Saúde), Jefferson Gonzaga (Segurança e Defesa Civil), Fernando Oliveira (Abastecimento e Nutrição) e Fábio Pilão (Conservação, Serviços Públicos e Obras).

Também participaram Liliana de Jesus (Ouvidora Geral), Carlos Alberto Rocco (Corregedor Geral), Mário Mortara (Controlador Geral), o comandante da Guarda Civil Municipal (GCM), Carlos Mariano, o diretor do Procon, Laerte Molleta, o coordenador do Samu, Caio Sabóia, além da diretoria da Urbes e funcionários da Prefeitura de Sorocaba.

Grávidas atendidas

De acordo com o bombeiro civil, Silvio Gimenez, o seu primeiro dia de trabalho no Terminal Santo Antônio foi tranquilo pela manhã. Por volta de 15h30, veio a surpresa: duas grávidas em trabalho de parto precisaram do seu serviço de primeiros socorros.

Uma delas teve a bolsa rompida e a outra apresentava contração. As duas sorocabanas foram prontamente atendidas pelo profissional, que imediatamente acionou o Resgate do Corpo de Bombeiros, enquanto prestava os primeiros socorros. “Amei o meu primeiro dia de trabalho aqui. Além de bombeiro civil, sou técnico em Atendimento Pré Hospitalar e adoro isso. Uma das grávidas já estava com a criança coroando”, comentou orgulhoso.

As salas de primeiros socorros dos terminais contam desde esta quinta-feira com a presença de bombeiros civis para realizarem um primeiro atendimento ao cidadão até a chegada do Samu ou do Corpo de Bombeiros, em caso de uma emergência. É importante ressaltar que a novidade não vai funcionar como um ambulatório e nem contará com profissionais da área de saúde, como um médico ou um enfermeiro. Os bombeiros civis possuem conhecimentos sobre prevenção e combate a incêndios e primeiros-socorros.

As unidades contam com diversos equipamentos, como desfibrilador, equipamentos contra incêndio, materiais de primeiros socorros, como gase, pinça, talas, colar cervical, entre outros, além de prancha fixa e retrátil e cadeira de rodas.

2 Comentários

  1. Desfibrilador ? Um equipamento que, se não for de última geração (que propicia a leitura autônoma do ritmo cardíaco e subsequente indicação para seu uso naquele caso ou não), depende de um diagnóstico médico da patologia em vigência , para que haja indicação de seu uso ou não naquele ser humano. Um equipamento desses , sem um médico presente , desperta imensa curiosidade na população não leiga . Digo a verdade, doa a quem doer.

  2. Parabéns ao Prefeito e a Urbes pela iniciativa
    Nossos terminais estão carentes deste serviço.

    “Digo a verdade, doa a quem doer”

Comments are closed.