Diretor do Saae e secretário de Crespo viajam para a Europa

Ronald e Alceu Segamarchi na Feira de Saneamento em Munique, em maio deste ano

O diretor do Saae-Sorocaba, Ronald Pereira da Silva, e o secretário de Saneamento, Alceu Segamarchi Júnior, estão em viagem pela Europa, nesta semana, para pesquisa de investimento na área de usina para coleta de lixo e saneamento básico. Ambos embarcaram em viagem no último domingo (14).

À Rádio Ipanema, nesta manhã de quarta-feira (17), Silva revelou que ambos visitaram Lille, na França, e estão, atualmente, na cidade de Rostock, Alemanha, conhecida por sua área de ponta na questão de saneamento. A intenção é conhecer como a Europa lida com o sistema de saneamento e coleta de lixo para implementar sistema similar em Sorocaba.

Em Rostock, Segamarchi e o diretor do Saae visitaram usinas que trabalham com lixo. “Aqui o lixo subgera produtos para as empresas. Essa é a intenção de Segamarchi e Crespo na questão de lixo. Desonerar o orçamento”, disse Silva. “Lixo orgânico gera gás, gás é energia, gera adubo. Essa nova destinação de lixo era prioridade, mas agora vai com mais ênfase nos dois últimos anos de mandato”, completou.

Já em Lille, Silva conferiu parte do tratamento de esgoto com tecnologia ligada à normatização ambiental. “Na França, vimos contrato feito por meio de Parceira Público-Privada com empresa que faz todo trabalho de gerenciamento e distribuição de água. Pude verificar tecnologia de gestão de água”, disse. “Sorocaba já instalou os macromedidores. Temos feito um trabalho forte nesse sentido. Vamos conseguir ter boas ideias nessa viagem e implantar em Sorocaba”, defendeu.

A viagem de retorno a Sorocaba deve ocorrer no sábado (20).

Em maio deste ano, ambos viajaram para a Munique, Alemanha, para participar da Feira Internacional para Gestão da Água, Esgoto, Lixo e Resíduos que acontece entre os dias 14 e 18 de maio.

1 Comentário

  1. Beleza!!! A cidade numa tanga, viagem a Europa as custas dos aumentos de impostos nos servicos de coleta de agua, neste mes, impondo aumentos aos consumidores atè 10 m3.,a menor taxa, justamente para pagar a viagem e os gastos desnecessarios, possivelmente vao estudar novos emprestimos para o povo pagar essa conta.
    Inoportuno tal viagem.

Comments are closed.