Um homem com passagens por tentativa de homicídio e tráfico de drogas foi abordado durante a Operação Integrada que fiscaliza vendedores nos semáforos, na manhã desta quarta-feira (7), em Sorocaba. A operação é uma parceria entre a Guarda Civil Municipal (GCM), Polícia Militar (PM) e setor de Fiscalização da Prefeitura.  Durante a ação foram apreendidos vários produtos.

Logo pela manhã, uma equipe foi até o cruzamento da avenida General Carneiro com a rua Salvador Milego, onde duas pessoas foram abordadas no local. A primeira era residente da cidade de Sarapuí e já tinha passagens de tentativa de homicídio quando menor de idade e outra por tráfico drogas quando maior. Com ele foram recolhidos 112 pacotes de balas. A segunda pessoa abordada era de Itapetininga e com ela foram apreendidos mais 183 pacotes de balas.

No segundo cruzamento fiscalizado, a operação conjunta abordou mais cinco pessoas. Duas delas, dois irmãos – um de 16 e outro de apenas 12 anos de idade – estavam com 15 pacotes de balas. A Pastoral do Menor foi solicitada e ficou responsável pelo reencaminhamento dos dois aos familiares.

Com um casal também foram apreendidos mais 42 pacotes de balas. O último abordado, um homem, estava tentando vender 25 panos para limpeza de chão que também foram recolhidos. A operação conjunta tem sequência no fim da tarde desta quarta-feira (7), onde outros cruzamentos mapeados serão fiscalizados.

8 Comentários

  1. senhores , isso eh uma lastima, com o desemprego em alta, a prefeitura preocupada com vendedor de bala ….quanta coragem…..acho q com essa medida tudo se ajeita ne? a gcm só cumpre as ordens….nao tem culpa….parabens novamente ao trabalho da prefeitura…..um dia teremos uma guerra civil no brasil….quando falirmos de vez….

  2. Na falta do que fazer combatendo crimes de verdade na periferia a GCM perde seu tempo apreendendo a única chance de emprego informal que pessoas como essas podem exercer. E agora, sem as balas prá vender, provavelmente irão para o crime. Mas e daí, né? O que importa é a cidade parecer bonita e tranquila para a classe média que a povoa.

  3. Obrigado governo por nao conceguir por impostos nesse tipo de comercio e por isso impedem pessoas desempregadas a ganhar dinheiro honestamemte pra consigui o pão.. 🙁

  4. Munícipes de bem?? A população Esta desempregada, morrendo de fome!!! Não há emprego em Sorocaba. Ai a Polícia vai e tira o pouco que o cidadão consegue fazer nessa situação desesperadora. Os cidadãos de bem deveriam estar preocupados que se esse homem q ja tem passagem pela Polícia não tem a oportunidade nem de vender balas pra conseguir dinheiro, o que vc acha que ele vai fazer??? Há grande chance de voltar para o mundo do crime! Porque meu amigo, vc sabe o q é ver um filho passando fome? Realmente se defender esse jeito de lidar com a situação é ser um cidadão de bem, estamos perdidos.

  5. Deixa eu ver se entendi, o cara que deixou o crime e começou a trabalhar foi preso. Acho que compensava mais ele ficar no crime mesmo.

  6. Mas que vergonha, a porra da prefeitura n faz nada em relação a merda da Cracolândia da praça central ou dos pedintes que estão nos mesmo semáforos da cidade, mas quem tá ganhando dinheiro honestamente sem fazer mal a ninguém, os cornos da prefeitura impedem de subsistir.

  7. É aquela história! A gente fica condoído porque vê sempre um tendo a mercadoria apreendida! Os outros sabem que não pode e nem vão! Se fizer “vistas grossas” em muito pouco tempo os cruzamentos estarão cheios de vendedores (e os ladrões no meio se aproveitando da confusão), bem como as calçadas repletas de banquinhas atrapalhando até a caminhada! Onde a prefeitura permite essa prática as pessoas vem de longe para fazer a sua bagunça! Aqui em Osasco já perguntei para “ambulante” se é bom vender em Sorocaba! Por incrível que pareça a resposta é a mesma: “Lá não, a prefeitura apreende tudo!” Então já viu! Se abrir a porta vai encher a rodoviária! Igual o caso dos “nóias!” Ficam mais tempo na cidade que dá boa vida para eles!!!

  8. PARBENS A GCM DE SOROCABA .POR MAIS UM TRABALHO REALIZADO A FAVOR DOS MUNICIPES DE BEM.

Comments are closed.