Por Cristiane Carvalho

Com hematomas no nariz, Jackeline Mota, de 32 anos, denunciou, no perfil do Facebook, uma agressão que sofreu do seu ex-marido em Araçariguama. A agressão ocorreu na noite de segunda-feira (9). Os filhos do casal, de 11 e 6 anos, respectivamente, presenciaram a cena.

Na postagem, a secretária fez um desabafo: “Cansei de me calar, estou aqui na Unidade Básica de Saúde (UBS) pra quem quiser ver, meu ex-marido acaba de quebrar meu nariz, porque eu arrumei um namorado, detalhe, fez isso na frente dos filhos, quer me matar Carlos Henrique, pode matar agora (sic)”.

Em entrevista, a mulher conta que já havia sofrido agressões do ex-marido. Ela disse, ainda, que prestou depoimento, mas, desde então, nunca foi chamada para ser ouvida. “Foi a alternativa que encontrei para que a justiça seja feita. Eu fui agredida perto dos meus filhos, espero que ele pague pelo que fez”.

De acordo com a mulher, o relacionamento durou 11 anos. Neste período, sempre foi “vítima” do agressor.

Em outra postagem, ela comenta que “não era feliz”, e, por várias vezes, tentou separar, mas havia “muita perseguição”, por isso sempre “voltava” com o relacionamento. “Gente, pelo amor de Deus, entendam, ninguém escolhe passar por isso, ninguém se sujeita a isso. Antes de viver esse inferno, eu pensava igual a vocês que estão fazendo esses comentários infelizes, mas aprendi que só podemos julgar ou falar sobre uma situação, depois que passamos pela mesma.”

A vítima fez o boletim de ocorrência e, assim que for hospitalizada, fará exame de corpo de delito. O caso será investigado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).