Suspeito de atropelar jovens da JJ Lacerda se apresenta à polícia e é liberado

Foto: Facebook/reprodução

O motorista, de 23 anos, que matou uma adolescente, de 15 anos, e feriu outros dois jovens, em acidente, na Zona Norte,  se apresentou à Polícia Civil, na tarde desta terça-feira (17), em Sorocaba. Durante depoimento ele confessou o crime.

O dono do veículo compareceu ao 1º Distrito Policial (DP), acompanhado de um advogado. O motorista mudou a versão que havia dado anteriormente e assumiu ser o responsável pelo acidente.

No dia do atropelamento, ele compareceu ao Plantão Policial, fez um boletim de ocorrência de furto de veículo. Na ocasião, ele havia dito que o carro foi encontrado em uma rua abandonada, no Parque Vitória Régia e, que não era o responsável pelo acidente. O veículo estava com a frente danificada.

No dia, o delegado de plantão pediu um exame toxicológico ao motorista e apreendeu o veículo, que vai passar por perícia.

Agora, o delegado responsável pelo caso, pretende ouvir os dois jovens que também foram vítimas do atropelamento e um frentista. Por enquanto, três fatos foram confirmados. A autoria do crime, a falsa comunicação do furto de veículo e a omissão de socorro. O inquérito só será concluído com a chegada dos laudos periciais. O motorista vai responder em liberdade.

O acidente

A adolescente, Luana Yumi Miyamaru Vieira, de 15 anos, foi atropelada junto aos amigos enquanto atravessava a avenida José Joaquim Lacerda, na Zona Norte de Sorocaba.

Uma câmera de monitoramento registrou o acidente que ocorreu, no dia (13) de julho, por volta da 1h30. Com o impacto, a jovem foi arremessada a metros de distância. Ela teve várias fraturas, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Outro jovem de 16 anos teve fratura no fêmur esquerdo e foi encaminhado ao Hospital Regional. Uma terceira vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros.

A estudante estava voltando de uma festa, a mãe de Yumi estava indo buscar os jovens quando ocorreu a tragédia. O acidente foi registrado por câmeras de monitoramento. Pelas imagens é possível ver o momento que o grupo é atingido pelo veículo.

O atropelamento acontece aos 0:46 do vídeo – é possível perceber que o grupo, formado por quatro pessoas, caminha junto pela ciclovia por volta da 1h30, atravessa um trecho da rotatória e, já no topo do vídeo, espera o tráfego de veículos diminuir para chegar do outro lado da via. Eles começam a travessia quando, faltando somente a última faixa para chegar na calçada, são violentamente atingidos por um veículo. Apenas um deles consegue escapar.

Veja as imagens: