Metalúrgico saiu para jogar lixo em contêiner quando foi morto a tiros

Rafael Batista saiu para colocar lixo na rua quando foi abordado por trio de criminosos / Foto: reprodução/Facebook

O metalúrgico Rafael Dias Baptista, morto a tiros por um trio na noite de segunda-feira (15), havia saído de sua casa para depositar lixo em um contêiner próximo, quando foi abordado pelos criminosos, na Zona Oeste de Sorocaba.

O corpo de Baptista é velado na Ossel Votorantim e será sepultado nesta quarta-feira (17) de manhã no Cemitério da Consolação, em Sorocaba. Ele deixa a esposa e um filho de quatro anos de idade, de acordo com o site da Ossel.

De acordo com informações de pessoas próximas, Baptista chegou a correr de volta para sua casa e tentou fechar o portão automático da residência, mas mesmo assim foi atingido por disparos de arma de fogo.

Câmeras de monitoramento do Residencial Village Torino registram quando Baptista deposita o lixo e volta para sua residência. Na sequência, o trio aparece. Todos somem do campo de visão. Uma outra câmera registra a fuga dos criminosos, que entram em um VW Fox de cor prata.

Assista

 

Segundo o SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), ele foi socorrido em estado crítico com ferimentos no tórax e abdômen, socorrido ao Hospital Regional, mas não resistiu aos ferimentos.

O SMetal (Sindicato dos Metalúrgicos) publicou uma nota de pesar a respeito da morte de Baptista. Rafael trabalhava na ZF do Brasil Planta 2 (antiga Lemforder) há mais de 15 anos. O presidente do SMetal, Leandro Soares, que também é trabalhador da empresa, se solidariza com os familiares e amigos, em nome de toda a diretoria. “Rafael trabalhava na ZF do Brasil há mais de 15 anos. O presidente Leandro Soares se solidariza com os familiares e amigos, em nome de toda diretoria”.

A Polícia Militar registrou o boletim de ocorrência por roubo. A Polícia Civil investiga o crime.

1 Comentário

  1. Lamentável, bandidos estão dominando o Brasil…estão encarcerando a população de bem, a população que paga impostos e acorda cedo para trabalhar, isso não pode acontecer! Vivemos num país de impunidade….esperamos por justiça e que as coisas mudem e que tenhamos novamente segurança.

Comments are closed.