O jardineiro que matou a esposa e escondeu o corpo debaixo de um sofá, foi preso na tarde desta quarta-feira (11), em Porto Feliz. Wagner José de Souza, de 25 anos, disse que no momento do crime estava sob efeito de drogas. Em sua defesa, ele disse que a esposa era muito ciumenta. A vítima foi encontrada na residência, onde o casal morava, em Votorantim, na noite de ontem.

De acordo com informações da Guarda Civil Municipal (GCM), o criminoso estava escondido na casa de um amigo, no bairro Santa Elisa, em Porto Feliz. Ele foi detido após denúncia anônima.

Em depoimento, Wagner, disse que matou a esposa com um martelo. Para GCM, o criminoso informou que estava há 10 anos juntos, não tinham filhos, e as brigas eram constantes. Ele disse ainda, que a discussão aconteceu depois que ele contou para a esposa que ele iria trabalhar em Porto Feliz, e ela não aceitava.

O criminoso foi levado para Delegacia de Votorantim e segue à disposição da Justiça. O caso segue em investigação.

O crime

A jovem de 21 anos foi encontrada morta com sinais de violência debaixo do sofá da residência onde morava, na Comunidade do Palmeirinha, próximo ao bairro Itapeva, em Votorantim, na tarde de terça-feira (10).

Segundo informações da Polícia Militar (PM), uma equipe foi acionada para atendimento de ocorrência de encontro de cadáver. Já no local, o irmão da vítima relatou aos policiais ter sentido a ausência da irmã desde o dia anterior.

Ele disse ter ido à cidade de Porto Feliz para procurá-la na casa do companheiro dela, porém, não obteve sucesso em localizá-los. Retornando ao local onde mora a irmã, conseguiu acessar a residência pulando a janela e, no quarto do casal, coberto por um lençol, localizou sua irmã, Daniele Cândido, já sem vida.