Um homem foi preso e 21 aranhas caranguejeiras foram apreendidas, na manhã desta terça-feira (5), na Vila Santana, em Sorocaba, durante uma operação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), com apoio das Polícias Federal, Ambiental e Gaeco.

A operação é contra o tráfico de animais  que ocorre em São Paulo e mais 14 estados, data em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente. Na casa do suspeito foram apreendidas 21 aranhas caranguejeiras, um iguana, um jabuti e várias baratas. Os animais  apreendidos e levados ao Instituto Butantã, na capital.

Conforme informações de Marilda Correia Heck, agente ambiental federal, o homem é suspeito de comercializar os animais de maneira irregular. A venda era feita por um grupo do Facebook.

Todos os animais foram apreendidos e encaminhados ao Instituto Butantã. O homem foi detido e encaminhado ao Ministério Público de Sorocaba. Ele foi autuado por crime ambiental e foi estipulada uma multa de aproximadamente R$ 30 mil.

A operação

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), junto com as Polícias Federal, Civil e Ambiental, realiza nesta terça-feira, 5, Dia Mundial do Meio Ambiente, a operação para combater o tráfico ilegal de animais feito principalmente por vendas via redes sociais.

Os técnicos do Ibama identificaram 1.277 animais sendo oferecido por perfis no Facebook. Foram encontradas aves, répteis, mamíferos e aracnídeos.

Estão sendo cumpridos 34 mandados de prisão no Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Sergipe e São Paulo, onde de concentra a maioria dos casos.