A Polícia Civil, por meio do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra), prendeu uma dupla acusada de chamar motoristas de Uber e praticar assaltos em Sorocaba. O mandado de busca e apreensão foi cumprido na manhã desta terça-feira (24).

Os policiais prenderam Elizeu André Gonçalves, o “Batoré”, e Felipe Ferreira de Souza.  Anderson Moraes dos Santos, o “Cara Queimada”, está foragido. O Garra continua no encalço dele.

Um dos presos foi encontrado numa favela da Vila Barão; o outro, os policiais capturaram em Aparecidinha.

Segundo a Polícia Civil, na Zona Oeste, o trio é acusado de ter feito de 15 a 20 vítimas, todos motoristas de Uber. Os três agiam desde outubro de 2017.

A dupla presa foi encaminhada à carceragem da Cadeia de São Roque.