Por Celso ‘Marvadão’ Ribeiro

A praça é do povo como o céu é do condor, dizia o poeta dos escravos Castro Alves.

Em Sorocaba, a praça é das pombas, das mortadeludas, dos aprendizes de pastor pregando o Apocalipse Now, dos imitadores, ambulantes, moradores de rua, desocupados, zumbis, “nóias”.

Tudo bem, eles também são povo e têm seus direitos.

Mas a coisa está ganhando um volume incontrolável, porque nada se faz para impedir isso.

Essas figuras tristes, pingentes sociais, também são cidadãos, mas qual o seu espaço? Até onde viver assim é culpa da sociedade, do governo ou das opções que fizeram para suas vidas?

Eles estão na praça central, no Fórum Velho (onde a degradação não está apenas no prédio, mas nos usos e costumes), nas marquises dos prédios, nos semáforos…

Ficou difícil as famílias frequentarem a velha praça central e outros logradouros.

Houve uma época em que a Prefeitura fazia triagem na rodoviária e mandava os desocupados de volta para suas cidades de origem (pagando a passagem). Será que é o caso? O que fazer?

As escadarias da Catedral parecem Jerusalém antiga.

Sorocaba cidade educadora, cidade sustentável, e agora também cidade hospitaleira e acolhedora de viciados….

Nesse ritmo, ainda vamos ganhar o slogan: “Sorocaba, capital das cracolândias”.

#MeuMarvadãoPreferido

4 Comentários

  1. Saudades de antigamente onde precisávamos comprovar que estávamos trabalhando caso contrário era preso por vadiagem!!!
    Acho que essa LEI AINDA ESTA EM VIGOR E PODERIA SER USADA PARA TIRAR ESSE PESSOAL DAS RUAS

  2. Evito ao máximo a região central, é horrível!
    O centro da cidade já é feio e desgastado por diversos fatores, crescimento desordenado, etc…

    Agora com toda essa gente… fica complicado.
    Estão sempre pedindo dinheiro pra consumir álcool, drogas…

    Não sei o que pode ser feito, mas algo DEVE ser feito!

  3. Dias atrás atearam fogo em frente a um estabelecimento comercial e por pouco não acontEceu algo mais grave, inclusive com o risco de atingir casas vizinhas. É PRECISO FAZER ALGO URGENTE POIS A CIDADE ESTÁ FICANDO PERIGOSA

  4. Celso ! Celso ! Contenha-se meu amigo !. Não aprovo nenhum tom de ferocidade nas palavras, quando você se refere às ” MORTADELUDAS” ,” ESCADARIAS DE JERUSALÉM”, e ”ZUMBÍS” . Esses personagens que você citou, são quase todos infelízes, e queiramos ou não, estão presentes em toda metrópole do brasil ( Sorocaba é uma Metrópole ), e suas características ganharam especificidades diferentes, tais como gente mal encarada, de aperência devastada pela droga e pelo alcoolismo, e outras mazelas sociais. Pudor e bons costumes são valôres essenciais, mas querer impor isso à pessoas em condições de morador de rua, é inócuo .E famílias já não frequentam praças públicas em Sorocaba desde a década de 60 .No mais concordo com você, só divergindo da possibilidade da prefeitura ” exportar ” via rodoviária , os incovenientes cidadãos VAGANTES . Isso com certeza desconstruiria uma reputação conquistada há anos de ” CIDADE EDUCADORA e ACOLHEDORA .

Comments are closed.