Por Celso ‘Marvadão’ Ribeiro

Finalmente, o povo voltou às ruas e praças públicas.

Para protestar? Para dizer “Chega de golpe”, “Fora Temer” e “Soltem Lula”?.

Nada! Para pular Carnaval! Eheh.

Olha, faz tempo que não vejo tanta disposição para botar o bloco na rua, nem que seja o bloco de si mesmo. O movimento da cintura para baixo ainda é o mais convincente.

Viram a multidão que saiu pelas ruas de São Paulo no aquecimento pré-carnavalesco?

Sair para pressionar, criar confusão, quebra-quebra, usar bandeiras vermelhas ou verde-amarelas, tudo isso cansou.

Nada mais fora de ordem do que Black Blocs, Mídia Ninja, Fora do Eixo, bate-estacas sindicais, movimentos sociais, minorias querendo ser maioria, “exército” do MST do Stebile.

Onde foi parar aquele povo do “não é apenas pelos 20 centavos” e do Catraca Livre?

A rua não é mais dos mortadelas, dos coxinhas nem dos enroladinhos.

A rua não é mais da ideologia. É da folia. Que rima com democracia.