16/07/2017 17h33 - Atualizado em 16/07/2017 17h34 | Ipanema Online

Obra do RDC começa implantar a bacia 2 na segunda-feira (17) na Zona Oeste



As obras do Reservatório de Detenção de Cheias (RDC) do córrego Água Vermelha entram em uma nova etapa a partir de segunda-feira (17), quando o Serviço Autônomo de Água e Esgoto dá início às intervenções relacionadas à segunda bacia de contenção desse sistema de drenagem, que tem como objetivo eliminar as ocorrências de alagamentos registradas em períodos de fortes chuvas em alguns pontos da cidade.

A intervenção que começa na próxima semana vai se constituir na implantação de uma galeria celular na travessia do córrego existente na rua Manaus, no Jardim Paulistano.

Ao todo, as obras do RDC preveem a implantação de sete dessas galerias, das quais quatro já estão finalizadas - ruas Capitão Bento Mascarenhas Jequitinhonha, Padre José Carlos Simões e Abraham Lincoln; e Visconde do Rio Branco com a avenida Washington Luiz -, cujo objetivo é ampliar a vazão do córrego e eliminar pontos de “gargalo” que contribuem para os alagamentos, por meio da substituição dos antigos tubos por grandes aduelas de concreto. As duas galerias restantes serão implantadas nas ruas Garcia Redondo e José Antônio Lourenço.

Juntamente com a implantação da galeria celular na rua Manaus, tem início e escavação da segunda bacia de contenção prevista no projeto executivo da obra, que será construída numa área de 29.900 metros quadrados, compreendendo as ruas Marechal Dutra, Manaus, Aracaju, Natal, Garcia Redondo e Visconde de Cairu, nas proximidades da Escola Técnica Estadual “Fernando Prestes”, com capacidade para receber um volume de 74.750 metros cúbicos de água.

Bacia 1

Por sua vez, as obras da bacia de contenção 1 estão em sua fase final, com a implantação do canal de transição em bloco de concreto estrutural, no entroncamento da avenida Washington Luiz com as ruas Visconde do Rio Branco e Bento Mascarenhas Jequitinhonha, local onde convergem as águas do córrego Água Vermelha e do córrego que nasce dentro da ETA Cerrado.

A bacia 1, que possui área de 12.750 metros quadrados e capacidade para 31.875 metros cúbicos de água, tem prazo definido de conclusão para setembro deste ano. Já a obra do RDC como um todo será finalizada até abril de 2018, devendo se constituir em um novo espaço de lazer, recreação e práticas esportivas para a população, visto que haverá a implantação de pista de caminhada, ciclovia, academia ao ar livre e projetos de paisagismo, arborização e iluminação.

Interdição

Para a realização da nova etapa das obras do RDC, a Urbes – Trânsito e Transportes vai interditar, a partir de segunda-feira (17), às 8h, a rua Manaus, no trecho entre a rua Aracaju e a avenida Marechal Dutra. No período de bloqueio, os veículos que estiverem seguindo pela rua Manaus em direção à avenida Bento Mascarenhas Jequitinhonha deverão acessar à esquerda a rua Aracaju e à direita a rua Aclimação. Quem estiver trafegando pela avenida Bento Mascarenhas Jequitinhonha deve seguir pela rua Aclimação, entrar à esquerda rua Aracaju e à direita na rua Manaus.

O local estará devidamente sinalizado e a orientação é para que os condutores redobrem a atenção ao trafegarem por aquela região. A via será liberada após o término do serviço, que está previsto para durar noventa dias.