09/05/2017 10h47 - Atualizado em 09/05/2017 10h47 | Ipanema Online

Justiça determina o afastamento de cargo de irmão de secretário



Atualizado às 11h44

A juíza Karina Jemengovac Perez determinou, em liminar concedida pelo TJ-SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo), o afastamento imediato de Jeferson Moreno Zuliani do cargo de Presidente da Junta Administrativa de Recursos e Infrações (JARI), por prática de nepotismo. Jeferson é irmão de Hudson Zuliani, secretário do Gabinete Central da Prefeitura de Sorocaba.

A prefeitura tem 15 dias para recorrer da decisão. Em nota ao Portal Jornal Ipanema, enviada pela Secretaria de Comunicação e Eventos, o Paço respondeu que "ainda não foi notificado sobre a decisão, mas insiste que não há nepotismo neste caso".

De acordo com a decisão da juíza de direito, proferida nesta segunda-feira (8), deve ser feita "a imediata anulação da nomeação do requerido Jeferson Moreno Zuliani para a Presidência do JARI, com seu desligamento imediato, sem qualquer remuneração, sob o fundamento de que houve afronta ao artigo 37 da Constituição Federal e ao verbete súmula vinculante número 13, a vedar a prática do nepotismo". 

Durante participação no Jornal da Ipanema, da Rádio Ipanema 91,1 FM, questionado a respeito das ações de nepotismo que seu governo responde, Crespo respondeu que "esses cargos são de confiança". "Na nossa interpretação não há nenhuma ilegalidade na súmula 13, que trata sobre o nepotismo", declarou. 

Confira na entrevista abaixo, a partir do minuto 16:08



Ainda de acordo com o texto, a juíza afirma que o prefeito José Crespo (DEM), ao nomear Hudson, "o prestigiou nomeando seu irmão Jeferson como presidente da JARI". Ela ainda afirma que a nomeação do irmão do secretário "atenta contra os princípios constitucionais que norteiam a administração pública, que deve ser pautada em conformidade ao princípio da moralidade e tem a obrigação de agir segundo os padrões éticos de probidade, decoro, honradez e boa-fé". 

No fim do texto que profere a decisão, disponível para leitura no site do TJ-SP, a juíza defere a liminar de afastamento de Jeferson da JARI e, por conseguinte, de seus vencimentos.

O Portal Jornal Ipanema destacou, em fevereiro, que o irmão do secretário iria ocupar a presidência da Junta Administrativa