06/07/2017 17h34 - Atualizado em 06/07/2017 17h34 | Ipanema Online

Garota de programa chefiava furtos, diz polícia




Investigadores do 3º Distrito Policial de Sorocaba prenderam, na manhã desta quinta-feira (6), a jovem Bruna Antunes Aguilera, de 22 anos, em seu apartamento, localizado no Jardim Gonçalves, na Zona Leste de Sorocaba. Lá, os policiais encontraram, além de dois revólveres calibres 32 e 38, respectivamente, uma vasta diversidade de relógios, joias e bijuterias. A polícia afirma que ela atuava como garota de programa, incluindo anúncios em sites e classificados de sexo da capital, e conhecia as vítimas que atacava.

Conforme o delegado seccional de Sorocaba, Marcelo Carriel, Bruna vinha sendo investigada havia quatro meses. Ela é acusada de elaborar a logística de furtos em residências de alto padrão da Zona Sul, e em cidades da região, como Capela do Alto e Tatuí. Com ela foram presos, ainda, Robson da Silva Aguiar, de 19 anos, e Bruno Felipe da Silva, de 20 anos.

O trio foi detido por furto e associação criminosa. Bruna responderá, também, por porte ilegal das duas armas. Um veículo Ford Fusion, uma moto e mais R$ 80 mil em espécie estavam em posse dos acusados. A polícia já identificou o total de sete ações criminosas praticadas pelos três. Bruna tem passagem policial por furto e ficou detida em outra ocasião.

A jovem presa ostentava uma vida de luxo pelas redes sociais. Postava fotos, exibia seu corpo esbelto, e, por diversas vezes, deixava ser fotografada com funkeiros e MC’s (Mestres de Cerimônias) famosos do circuito ‘funk ostentação’ de SP. De acordo com informações policiais, Bruna cobrava cerca de R$ 200 por cada programa, que realizava em seu próprio apartamento, no Jardim Gonçalves.