26/12/2016 13h32 - Atualizado em 26/12/2016 13h40 | Ipanema Online

ARTIGO: George Michael embalou muitos ‘bailinhos’ nos anos 80



Por Gustavo Ferrari

Os ‘bailinhos’, muito comuns entre a juventude da década de 80, não eram considerados perfeitos sem uma canção específica de George Michael. ‘Careless Whisper’, apropriada para uma dança romântica, era aguardada pelos rapazes, que queriam paquerar a garota escolhida na festa ao som do popstar de barba rala e carisma sexual.

Lançado em 1984, quando George formava dupla com Andrew Ridgeley e adotava o nome ‘Wham’, aos 21 anos de idade, o sucesso alcançou o primeiro lugar no top 10 da parada britânica. Seu single vendeu mais de seis milhões de cópias pelo mundo e ganhou até uma reedição no filme ‘Deadpool’, deste ano, com o astro Ryan Reynolds. Romantismo existe até em filmes da Marvel.

No Brasil, o músico se apresentou em 1991, durante o Rock in Rio II. E de lá pra cá, o sucesso dele só aumentou. Com o terceiro álbum, ‘Order’, lançado em 1996, o cantor modelou as pistas de dança com ‘Fastlove’. No final das contas, seu rito era a diversão.

George foi um músico requisitado no show business. Fez parcerias com Elton John, Queen, Rolling Stones e Stevie Wonder, e vendeu mais de 100 milhões de cópias no globo. O estilo único de se vestir no palco, sempre mesclando blazers de linho fino e roupas de couro, marcava seu ‘sex appeal’.

O cantor faleceu no Natal, aos 53 anos, de insuficiência cardíaca, de acordo com informações da agência de notícias britânica PA. O mundo, chocado com a perda inesperada do talentoso compositor, relembra os bons momentos de George. “I'm never gonna dance again” (Eu nunca dançarei de novo), trecho símbolo de ‘Careless Whisper’, reverbera corações e mentes daqueles que se inspiram em suas canções, alternando momentos de vazio e nostalgia. RIP!