14/10/2016 12h36 - Atualizado em 14/10/2016 12h36 | Ipanema Online

Clássicos em Cena traduz a música instrumental no auditório da Fundec



Embora as experiências pessoais e culturais desempenhem reações individuais às emoções, está comprovado que determinadas características das músicas são capazes de desencadear certos sentimentos. O projeto Clássicos em Cena, da Direção Cultura, tem por objetivo ajudar os ouvintes a interpretar as músicas apresentadas e, possivelmente, entender um pouco das emoções vivenciadas ao ouvi-las. A ideia é aproximar o público da música erudita e torná-la mais palatável a quem não costuma ouvi-la com frequência. 

A primeira apresentação será no dia 26 de outubro, às 20 horas, no auditório do Fundec com o trio Choro pro Santo. A segunda acontece no dia 30 de novembro, com Sexteto Carlos Gomes, no mesmo local. Cerca de 38 mil pessoas já participaram do projeto como espectadores nos últimos 16 anos.

Choro pro Santo toca música brasileira com a fusão de compositores clássicos de várias épocas, de Pixinguinha e Ataulfo Alves a Villa Lobos e Stravinsky, formado por Adriano Dias (violão de 7 cordas), Alexandre Cunha (bateria) e Thadeu Romano (acordeão) – três instrumentistas virtuosos -.

Criado pelo maestro Parcival Módolo e pelo produtor cultural Antoine Kolokathis, o projeto consiste em uma série de concertos mensais gratuitos comentados. No programa, sempre uma composição considerada “clássica” é executada por grupos instrumentais, corais, orquestras ou bandas. “A gente tenta variar bem a programação desses concertos para que as pessoas possam vivenciar experiências únicas com diferentes estilos musicais”, explica o maestro.

Os comentários durante os concertos são feitos de forma leve e descontraída, contextualizando os espectadores sobre as peças apresentadas, explicando os momentos mais marcantes e interessantes da história do estilo musical, aproximando as pessoas do universo da música de qualidade e tornando-a mais acessível a todos. “Durante a minha fala, tento traduzir algo que já está dentro da música, ampliando a possibilidade de apreciação dessa obra de arte”, resume Parcival.

Com 16 anos de estrada, o projeto já se provou um sucesso. De acordo com Módolo, via de regra, a aceitação do Clássicos em Cena é sucesso por onde passa. “Sempre iniciamos com meia casa e a, ao final dos seis meses, a casa está lotada. Ou seja, as pessoas retornam e ainda convidam outras”.

Parcival Módolo

Parcival é curador do projeto. É doutor pela University of Southern California, coordenador geral da divisão de arte e cultura do Instituto Mackenzie, foi maestro titular e diretor artístico da Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas e atua regularmente como regente convidado de várias orquestras do Brasil e do exterior.

Clássicos em Cena

Trata-se de uma série regular de apresentações comentadas de música erudita, com entrada franca, que acontece desde o ano 2000. A programação é variada, com uma atração diferente em cada encontro. O repertório abrange períodos diversificados da história da música, visando principalmente à formação de público para a música erudita. Para tanto, um especialista comenta os concertos, aproximando o público do universo da música instrumental.

Serviço

Clássicos em Cena

Choro pro Santo

Dia: 26 de outubro, quarta-feira

Horário: 20h

Local: Auditório FUNDEC

Rua: Brigadeiro Tobias, 73 - Centro -  Sorocaba

Entrada gratuita, com retirada dos ingressos a partir das 8h da manhã

Sexteto Carlos Gomes

Dia: 30 de novembro, quarta-feira

Horário: 20h

Local: Auditório FUNDEC

Rua: Brigadeiro Tobias, 73 - Centro -  Sorocaba

Entrada gratuita