09/10/2016 19h24 - Atualizado em 09/10/2016 19h24 | Ipanema Online

Exposição “Lost in Memory” entra em em cartaz nesta semana



O Chalé Francês recebe, a partir de quinta-feira (13), a exposição “Lost in Memory”, com telas do artista Joaquim Saraiva Marques. Com curadoria de Fernanda Monteiro, a mostra vai trazer ao público cerca de 30 telas em aquarela e acrílico, espalhadas por três salas do espaço cultural. A abertura oficial ao público em geral será às 15h.

A exposição é uma das seis propostas de artes visuais selecionadas pela Prefeitura de Sorocaba, por meio de um edital da Secretaria da Cultura (Secult), para ocupar a Galeria Scarpa ao longo de 2016. Todos os trabalhos foram escolhidos por uma comissão formada por representantes do Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba (MACS) e da Secretaria da Cultura.

O trabalho do artista Joaquim Saraiva Marques trará ao espectador paisagens retratadas a partir de memórias fictícias do autor, incorporadas a partir de relatos do seu pai, que na década de 60 fez uma viagem clandestina, que durou um mês, de Portugal à Alemanha, atravessando os Pirineus e outras florestas. “Fui construindo e imaginando esses lugares através da narrativa do meu pai. É a minha imaginação das paisagens que ele viu e as pessoas terão a oportunidade de entrar neste meu universo”, explica o artista.

Para a curadora da exposição, o trabalho do artista revela uma articulação sofisticada entre forma e conteúdo, meio e mensagem. “Existe uma atmosfera onírica criada pela diluição da forma como se víssemos por entre brumas uma paisagem reconhecível, quase um déjà vu”.

“Lost in Memory” poderá ser visitada de terça a sexta-feira, das 9h às 17h, até o dia 10 de novembro. O Chalé Francês está localizado na Praça Matheus Maylasky, na Avenida Afonso Vergueiro, em frente à Estação Ferroviária, no Centro de Sorocaba.

Bate-papo

Além da mostra, os sorocabanos poderão participar de um bate-papo gratuito com o artista no dia 26 de novembro, das 10h às 12h, na Fernanda Monteiro Galeria de Arte, localizada na Rua Gustavo Teixeira, 600, no Mangal. As inscrições devem ser feitas pelo e-mail fernanda.arte11@hotmail.com. Mais informações sobre a atividade de formação pelos telefones (15) 3222.0701 ou 99789.0426.

Sobre o artista

Nascido em Frankfurt, na Alemanha, em 1972, Joaquim Saraiva Marques vive e trabalha atualmente em Sorocaba. Entre 1991 e 1995 frequentou o curso de Pintura na Escola Superior de Artes e Design de Offenbach, na Alemanha, e em seguida, licenciou-se na Escola Superior de Belas Artes de Frankfurt. Em 1994 foi vencedor do prémio Jovem Fotografia, também na Alemanha. Em 1993 foi bolsista do programa Johannes-Mosbach e, em 1998, do programa DAAD, na Alemanha.

Nesse mesmo ano fixou residência em Portugal, onde desenvolveu um projeto individual de Pintura no Centro de Arte e Comunicação Visual (Ar.Co), em Lisboa, sob a orientação do Prof. Manuel Castro Caldas. Orientou um Ateliê Livre de Desenho e Pintura na Academia de Artes e Restauro em Cascais entre 2008 e 2013. Na escola Nextart, em Lisboa, foi professor de Aquarela entre 2010 e 2013.

Em 2013 fixou residência no Brasil. Por ocasião do Frestas Trienal de Arte, realizado em 2015 pelo Sesc, integrou a dupla artística “Entropia na Caneca”, com a artista Letícia Barreto. Atualmente é professor na escola Nextart Brasil e coorganizador do evento Desenhistas Urbanos Sorocaba.