04/08/2017 16h38 - Atualizado em 04/08/2017 16h45 | Ipanema Online

Vereadora chama secretário do prefeito Crespo de “dissimulado” em CPI



Por Gustavo Ferrari

Durante a última oitiva da CPI da Prevaricação, na Câmara Municipal de Sorocaba, um embate entre a vereadora Iara Bernardi (PT) e o secretário de Gabinete Central do Governo Crespo, Hudson Moreno Zuliani, destacou-se dos demais questionamentos dos vereadores, na manhã desta sexta-feira (4), no Legislativo.

Por diversas vezes, Iara chamou Zuliani de “dissimulado”, após indagá-lo sobre os fatos ocorridos no gabinete de Crespo, no dia 23 de junho, quando houve a confusão envolvendo o prefeito e a vice, Jaqueline Coutinho.

Incomodado com os questionamentos e demonstrando certo desconforto, o secretário de Gabinete Central rebateu a petista, enfatizando que não iria "debater a questão".

“Não fui agredido [pelo prefeito]; não houve nenhuma forma de agressão”, disse Zuliani, ao ser provocado por Iara: “foi uma reunião tranquila, então? O prefeito falou por uma hora e meia, depois aconteceu tudo o que a cidade acompanhou... O senhor foi expulso do gabinete, foi chamado guarda municipal para tirá-lo de lá... O senhor é um grande dissimulado... Por favor, né? Essa é a minha opinião”, afirmou a petista.

Iara continuou a inquiri-lo de forma incisiva: “o senhor quer nos passar aqui que a reunião foi tranquila, mas terminou da pior forma possível... O senhor foi expulso do gabinete, foi isso o que se passou... A vice prefeita também... Quer dizer: foi uma reunião tranquila? Ninguém foi expulso, não houve quebra de decoro [do prefeito]?”, disparou a parlamentar. “Foi acalorada, mas não houve quebra de decoro... É minha opinião que está sendo colocada em discussão aqui, né, não a da vereadora”, rebateu Zuliani.