Segundo o diretor regional – Sorocaba do Sinduscon-SP, Elias Stefan Junior, o cenário atual é de início lento da retomada do setor. “Inicialmente, as incorporações têm peso maior e o investimento público em obras para as mais diversas finalidades continuam praticamente estagnados. Diante desse cenário, não podemos avaliar, com precisão, qual será o ritmo de crescimento para o setor e, consequentemente, a velocidade de contratação de mão de obra. Porém, continuamos otimistas quanto à retomada, mas, por este ser um ano atípico, de eleições, a tendência é que realmente quase tudo se postergue para 2019”, afirma.

Em Sorocaba, a Guarda Empreendimentos espera um desempenho positivo já a partir de 2018, em linha com os níveis de antes da crise econômica que atingiu todo o país. “Até o final deste ano e de olho em uma perspectiva ainda melhor para 2019, projetamos uma performance positiva. O primeiro trimestre de 2018 já foi bom”, destaca Aldo Guarda, diretor da empresa.

 

Veja o que diz o diretor Aldo Guarda: