Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Votorantim registra mais 9 casos de Covid-19 nesta quinta

Secom Votorantim
Postado em: 22/10/2020

Compartilhe esta notícia:

A Prefeitura de Votorantim, por meio da Secretaria da Saúde (Sesa), registrou nesta quinta-feira (22) mais 9 casos de Covid-19. Até o momento o município soma 2.834 notificações positivas e 83 óbitos desde o início da pandemia.

Dos casos positivos, 2.707 estão recuperados, 33 em isolamento domiciliar e 11 estão internados, sendo um na UTI. De acordo com o Departamento de Vigilância em Saúde, 74 casos são considerados suspeitos e aguardam os exames, dos quais 66 em isolamento domiciliar e 8 estão internados, sendo dois na UTI. Desde o começo da pandemia, a secretaria recebeu 9.851 notificações e 6.943 foram descartadas.

Taxa de ocupação

De acordo com a Sesa, a taxa de ocupação de leitos de Covid-19 desta quinta-feira, no hospital municipal "Dr. Lauro Roberto Fogaça", está em 16% para atendimento de clínica médica e 50% para UTI. Já no hospital Santo Antônio, da rede particular, está em 17% para clínica médica e 0% na UTI. A Secretaria da Saúde ressalta que todos os pacientes internados não estão, necessariamente, em Votorantim, uma vez que há pacientes com convênios ou atendimentos fora da cidade.

A Sesa orienta para que a população evite sair de casa e, se sair, faça uso máscara e tome todos os cuidados necessários. Outra recomendação é para que os munícipes evitem tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas e para que cubram o nariz e a boca com um lenço ou o cotovelo ao tossir e espirrar. Além disso, o uso de máscaras caseiras é obrigatório e não utilizá-las é passível de multas.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mulher é socorrida em estado grave após carro bater de frente com ônibus

Votorantim decide manter comércio fechado até sexta-feira

CEI-40 promove atividade para que alunos possam rever seus professores

Show de Zé Ramalho em Sorocaba é cancelado

Três Desafios da Nuvem para se preparar em 2019

Justiça do Rio de Janeiro aceita denúncia contra PM por morte da menina Ágatha