Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Vídeo mostra "cachoeira" dentro de sala onde ficam recém-nascidos em hospital de Sorocaba

Postado em: 25/10/2019

Compartilhe esta notícia:

Atualizado às 12h22

Um vídeo publicado por uma vereadora de Sorocaba mostra um grande vazamento de água que atingiu a sala de UTI neonatal do Conjunto Hospitalar de Sorocaba. O caso ocorreu na madrugada de quinta-feira (23). 

Conforme a parlamentar Fernanda Garcia (PSOL), que fez a denúncia por meio de suas redes sociais, a caldeira do CHS transbordou água quente na sala onde ficam os recém-nascidos. "Felizmente, nenhum se feriu. Os servidores agiram rapidamente e retiraram todos os bebês da sala, que estava ficando tomada pela água que descia em abundância do teto", relatou a vereadora.

Fernanda informou que irá acionar a Vigilância Sanitária, pedir uma inspeção do Corpo de Bombeiros e formalizar um questionamento ao Seconci - empresa terceirizada que administra o CHS. "É um absurdo que isso aconteça em um hospital, ainda mais em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) de recém-nascidos", finaliza em sua postagem.

Por meio de nota oficial, a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo respondeu que: "o Conjunto Hospitalar de Sorocaba informa que a manutenção para o vazamento de água limpa ocorrido na madrugada de terça para quarta-feira foi realizada imediatamente. O vazamento aconteceu em área de posto de enfermagem na UTI Neonatal, não atingindo pacientes, que foram prontamente realocados. Os bebês retornaram à UTI logo após a manutenção e limpeza, poucas horas depois, sem prejuízos na assistência".

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Prefeitura de Sorocaba decreta Calamidade Pública por conta do Covid-19; comércio cessa as atividades

Câmara suspende licitação de R$ 125 mil ao ano para fornecimento de celulares

Comissão que apura irregularidades contra Crespo decide manter a investigação

Suspeito de praticar roubos em Araçoiaba da Serra é preso pela GCM

Traficante é detido próximo à escola no Nova Esperança com 400 porções de drogas

Dois secretários municipais deixam pastas após Jaqueline assumir governo