Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

VÍDEO – Documentos apreendidos pela polícia começam a chegar na Seccional

Postado em: 08/04/2019

Compartilhe esta notícia:

O IPA Online registrou o momento em que as viaturas com documentos e equipamentos apreendidos na Operação Casa de Papel, da Polícia Civil em parceria com o Ministério Público e o Tribunal de Contas do Estado, começaram a chegar à Delegacia Seccional. Veja o vídeo abaixo.

A Polícia Civil e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público (Gaeco) realizam uma megaoperação na manhã desta segunda-feira (8), na Prefeitura de Sorocaba, que apura irregularidades e possíveis crimes de corrupção praticados por alguns agentes públicos, entre eles, secretários municipais e empresários locais.

Na operação batizada de Casa de Papel, a polícia cumpre mandados de busca e apreensão na Prefeitura de Sorocaba e lacrou as secretarias de Comunicação e Eventos, Licitação e Contratos e da Fazenda. Ela também faz buscas na sede da Secretaria da Cultura e nas casas dos secretários municipais Eloy de Oliveira (Comunicação), Hudson Zuliani (Licitações e Contratos) e Werinton Kermes (Cultura e Turismo), e também na do empresário Felipe Bismara. Bismara, proprietário da Twenty, uma das principais licitantes da Prefeitura, também teve mandados cumpridos em sua residência.

No cerne da investigação, estão as relações entre a Prefeitura e a empresa Twenty Eventos, que em seus dois CNPJs atende as pastas em licitações para as mais variadas áreas.

Além da Polícia Civil, a operação conta com promotores do Gaeco e representantes do Tribunal de Contas do Estado.

A operação conta com ao menos 15 delegados e 60 policiais de diversas delegacias, como DIG, Dise e Garra. As secretarias alvo são as de Licitação e Contratos (Selc), Comunicação e Eventos (Secom) e Cultura e Turismo (Secult).

A Prefeitura de Sorocaba esclarece “que a operação da Polícia Civil e Ministério Público, que ocorreu nesta segunda-feira (8), acontece em caráter de investigação. A Prefeitura preza pela transparência em todos os seus processos e serviços e está colaborando com todas as informações solicitadas pelos órgãos investigativos. Todos os serviços públicos voltados a população foram restabelecidos e estão funcionando normalmente.”

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Vereadores voltam a discutir redução de honrarias; em 2018, custo foi de R$ 15 mil

As melhores séries de 2018

Jovem é flagrado usando farda da PM para andar de graça em ônibus

Funcionários convocados para depor no caso ‘Taty Polis’ não comparecem

Audiência Pública sobre volta de provas equestres termina sem acordo

Governador João Doria decide afastar 38 PMs que participaram da ação em baile funk de Paraisópolis