Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Vice candidato de Doria, Rodrigo Garcia defende gestão compartilhada na saúde

Postado em: 19/09/2018

Compartilhe esta notícia:

O candidato a vice-governador de João Doria (PSDB), Rodrigo Garcia (DEM), concedeu entrevista ao Jornal da Ipanema, da Rádio Ipanema 91,1 FM, na manhã desta quarta-feira (19). Garcia veio à Ipa FM acompanhado pelo prefeito de Votorantim e colega de partido, Fernando de Oliveira.

“Sinto-me preparado para servir São Paulo como vice-governador”, defendeu o candidato. “Doria é moderno, sabe descentralizar. A política do eu sozinho acabou. Ele sabe da necessidade de ter uma boa equipe, um bom time para governar”.

width=1005
Da esq. para a dir.: Kiko Pagliato, Paulo Roberto Júnior, Fernando Oliveira, Rodrigo Garcia, Alexandre Moreto / Foto: Alana Damasceno

De acordo com Garcia, Doria buscará “manter as conquistas que São Paulo tem e trazer um olhar mais inovador”. Além disso, a chapa defende, caso eleita, “conceder tudo o que puder à iniciativa privada”. “A palavra de São Paulo não é mudança. É melhoria. Quero avançar, prosperar. [Doria] Tá muito na campanha, focado, nas propostas que ele tem para o estado”. Segundo Garcia, Doria “quer devolver para o país as oportunidades que ele teve na vida”.

A respeito de propostas no plano de governo, Garcia focou em falar sobre a área da saúde no estado. Conforme explicou, metade do atendimento hospitalar do estado é feito por entidades filantrópicas. Os outros 50% dividem-se em 25% do estado e 25% Organização Social. “Você vê a diferença da eficiência. Então, acho que a proposta do João Doria é isso: melhorar a eficiência, avançar na questão das Organizações Sociais e trazer para todo o estado o mutirão chamado de Corujão da Saúde, o qual ele realizou quando prefeito de São Paulo”.

width=1280
Rodrigo Garcia e prefeito Fernando de Oliveira, durante entrevista no Jornal da Ipanema / Foto: Alana Damasceno

Já sobre a questão da geração de emprego, o candidato a vice informou que realizará no estado “uma máquina pública mais enxuta”. “A responsabilidade fiscal. Tudo o que podemos conceder à iniciativa privada faremos. Temos hospitais estaduais administrados por Organizações Sociais. Tudo [será feito] sempre com muito diálogo, mas com muito foco. Temos um modelo de saúde no estado que serve para o Brasil”.

Garcia é advogado, empreendedor e deputado federal. Foi também secretário da Habitação do Estado, secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação e secretário de Desenvolvimento Social do Estado. Na Prefeitura de São Paulo, foi secretário de Modernização, Gestão e Desburocratização. No Legislativo Paulista, foi deputado estadual por três mandatos e presidente da Assembleia Legislativa entre 2005 e 2007.

width=1280
Rodrigo Garcia e prefeito de Votorantim, Fernando de Oliveira / Foto: Alana Damasceno

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mesários com medo e urna defeituosa ligam alerta para eleição

Em live do Parque Tecnológico de Sorocaba, futuristas afirmam que pandemia acelerou o processo de transformações digitais

Sorocaba registra 103 novos casos e 4 mortes pela Covid-19 em 24h

Votorantim registra mais 6 pacientes com Covid-19 e soma 195 casos já confirmados

Justiça condena mulher a 25 anos de prisão por matar filho gay

Trio acusado de torturar e assassinar menina Vitória Gabrielly irá a júri popular