Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Viadutos férreos com rachaduras e desgastes passarão por reforma

Postado em: 08/02/2019

Compartilhe esta notícia:

Os viadutos que sustentam a linha de trem nas imediações da praça Lions e sobre a rua professor Toledo, a qual dá acesso ao bairro Trujillo, nas proximidades do Shopping Sorocaba, serão reformados. Os trabalhos serão realizados pela concessionária da linha férrea, a empresa Rumo. Na madrugada desta sexta-feira (8), a Prefeitura interditou o acesso de trens ao viaduto na praça Lions, com a colocação de quatro tubos de concreto.

Na quinta-feira (7), em resposta à notificação do prefeito Crespo exigindo providências após constatar que os viadutos apresentavam rachaduras e desgastes, executivos da concessionária reuniram-se com o secretário da Mobilidade e Acessibilidade da Prefeitura e presidente da Urbes – Trânsito e Transportes, Luiz Alberto Fioravante. No encontro realizado na sede da Urbes, os representantes da Rumo descartaram qualquer risco de queda e explicaram que os reparos são para elevar a vida útil das estruturas.

width=720

De acordo com o secretário Luiz Alberto Fioravante, o responsável por Infra e Pontes da Operação Sul da Rumo, Wescley Silva Brito e o relações governamentais da Rumo, Bruno Rabello Madalena, disseram que o trecho já estava interditado para os trens de cargas, mas sem bloqueio aparentes. Informaram que as obras no viaduto sobre a rua professor Toledo iniciam em cerca de mais 60 dias, com expectativa de conclusão em 150 dias de trabalhos.

Durante o período de obras haverá a necessidade da interdição de uma das três faixas de rolagens utilizadas pelos veículos que seguem no sentido centro-Trujillo. “Fizeram monitoramento da estrutura e descartaram qualquer risco de quedas. Afirmam que a manutenção visa elevar a solidez da estrutura para o período de, no mínimo, mais 50 anos”, explicou o secretário Fioravante.

Os representantes da empresa Rumo informaram ao secretário Fioravante e ao diretor de Trânsito da Urbes, Carlos Eduardo Paschoini, que as intervenções já estavam previstas. Em inspeções realizadas há cerca de quatro meses, notaram que houve o recalque de um pilar e, desde então, mantiveram o monitoramento com equipamentos de topografia. Conforme explicaram os profissionais da Rumo, o risco não surge pelo recalque em si, mas pela velocidade com que qualquer recalque ocorre. Na engenharia, o termo recalque é usado para definir o deslocamento quando a estrutura sofre algum rebaixamento, devido ao adensamento do solo sob a sua fundação.

width=640

De acordo com os profissionais da Rumo, com diversas medições realizadas no último trimestre ficou constatado que está tudo estabilizado, sem qualquer risco de queda. E agora serão construídas estacas que, segundo eles, é uma manutenção preventiva para ampliar a vida útil do viaduto. Compararam a necessidade dessas manutenções com aquelas realizadas pelas prefeituras, que fazem o recape da superfície do asfalto para não terem que refazer uma via desde a base sob o asfalto.

Viaduto na praça Lions já está interditado

A interdição da Prefeitura foi feita com a colocação de quatro tubos de concreto sobre as linhas de trem, no acesso à ponte. “Inspecionamos o viaduto, verificando a necessidade de bloquear para o tráfego de composições, por causa de ferragens à mostra”, informa o secretário de Conservação, Serviços e Obras, Fábio Pilão.

Todo o trecho da linha de trem onde se encontra o viaduto na praça Lions também já estava interditado pela própria Rumo para o tráfego de trens de carga, segundo os representantes da concessionária. Declararam que há cerca de oito anos já não mais passam trens de carga por lá. A Rumo anunciou que fará a reforma desse viaduto, com obras previstas para iniciarem dentro de 90 dias e mais 120 dias para a conclusão, sem a necessidade da interdição para o tráfego de veículos sob o viaduto.

width=640

O bloqueio físico da Prefeitura foi realizado pela pela Secretaria de Conservação, Serviços e Obras (Serpo) com o uso de guindaste. Da avenida Dom Aguirre o equipamento içou os tubos para a linha do trem. Para garantir segurança durante esse trabalho a Urbes-Trânsito e Transportes interditou a via para o tráfego de veículos. Na tarde desta sexta-feira (8), profissionais da Serpo vão pintar os tubos para que fiquem visíveis de maior distância.

De acordo com os profissionais da Rumo, o risco de qualquer problema mais sério apenas ocorreria se passassem trens carregados. Afirmam que os trens descarregados não representam riscos, já que sem a carga não provocam tração suficiente sobre a linha para causar qualquer problema.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Bandidos que atacaram agência bancária em Araçoiaba são presos enquanto dormiam

Jovens expõem pé de maconha na janela e acabam detidos pela PM

Rapaz é preso após ser flagrado com quase 300 porções de cocaína

Coberturas do Sistema BRT Sorocaba são instaladas no novo Terminal Vitória Régia

Prazo para uso obrigatório de placas do Mercosul começa nesta sexta

Little Richard, uma das lendas do rock, morre aos 87 anos