Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Viaduto que interliga avenidas Edward Fru-Fru e Ulysses Guimarães vai custar R$ 20 milhões; Prefeitura assinou contrato

Agência Sorocaba
Postado em: 14/02/2020

Compartilhe esta notícia:

A Prefeitura de Sorocaba assinou o contrato com a empresa Jofegê Pavimentação e Construção Ltda., para a construção do viaduto que interligará as avenidas Edward Fru-Fru Marciano da Silva com a Ulysses Guimarães, sobre a Av. Itavuvu. Esta obra, orçada em R$ 19,95 milhões, por meio de financiamento junto ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), está integrada ao Plano Diretor do Município, com o objetivo de expansão do sistema viário e criação de uma nova opção de interligação para realização dos deslocamentos diários, principalmente para o transporte coletivo, possibilitando uma redução nos tempos de viagem entre as regiões, contribuindo para melhorar o trânsito e a mobilidade urbana da cidade.

A assinatura do contrato foi feita pela prefeita Jaqueline Coutinho e o diretor-técnico da empresa, José Edson Seste. Também participaram do encontro os secretários de Relações Institucionais e Metropolitanas (Serim), Flávio Chaves, e de Comunicação, Djalma Luiz Benette. Segundo o secretário de Relações Institucionais e Metropolitanas (Serim), Flávio Chaves, cuja pasta é responsável pelo gerenciamento das obras, o prazo de execução desta obra é de 12 meses.

De acordo com o projeto, o viaduto terá extensão de 390 metros e largura de 16,90 metros, com quatro pistas de tráfego. O trânsito de acesso à avenida Ulysses Guimarães, a partir da avenida Edward Fru-Fru, acaba passando pela avenida Itavuvu, sem nenhuma ligação contínua, o que cria um gargalo na região da Área de Transferência do transporte coletivo. “Essa é outra importante obra viária, pois o viaduto visa ligar as duas vias, deixando o trânsito mais livre para transporte coletivo (BRT), na avenida Itavuvu”, ressaltou a prefeita Jaqueline Coutinho.

A implantação do viaduto deverá eliminar 50% do volume veicular na interseção, proporcionando melhores condições operacionais no local. Com isso, a circulação entre o Centro e a região da Zona Norte será beneficiada, e as condições locais mais favoráveis para a implantação do corredor de BRT-Norte/Sul e pelo fato das avenidas Edward Fru-Fru Marciano da Silva com Ulysses Guimarães fazer parte do complexo viário de ligação da Zona Norte com a Zona Industrial da cidade.

Nesse corredor, circulam mais de 50% das linhas do transporte coletivo da Região Norte, concentrando um número expressivo de usuários de transporte coletivo e registro de fluxo de veículos na ordem de 1600 veículos/hora.

Programa Ambiental e de Otimização Viária

As obras de implantação efetiva do viaduto de ligação das avenidas Ipanema com a José Joaquim de Lacerda, uma das mais importantes obras viárias da cidade prosseguem dentro do cronograma. Orçadas em R$ 10 milhões, atualmente as obras se concentram na execução das fundações, assim como a montagem das armações das vigas pré-moldadas que comporão o viaduto. Também viabilizada por meio de financiamento com o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), a obra faz parte do corredor de transporte coletivo – BRT, do eixo Norte/Sul.

As vigas estão sendo produzidas na área onde funcionava o prédio do antigo Matadouro Municipal, no Jardim Brasilândia. À medida em que forem ficando prontas, as vigas de concreto permanecerão armazenadas na área do antigo Matadouro, até que seja o momento de transportá-las até o canteiro de obras da JJ Lacerda, que deverá estar com os pilares de sustentação concluídos. As ações no local tiveram início no dia 30 de outubro do ano passado e seguem dentro do cronograma previsto. A previsão para conclusão é de 10 meses.

A implantação do viaduto, projetado para proporcionar a ligação direta entre as avenidas Ipanema e JJ Lacerda, deverá eliminar 60% do volume de veículos na interseção, que hoje é disciplinado por um grande número de semáforos. Com o viaduto pronto, muitos dos conjuntos semafóricos não serão mais necessários ali, proporcionando uma maior fluidez ao trânsito.

O programa contempla ainda a implantação da chamada Marginal do Córrego Itanguá, da rua Luiz Mendes de Almeida até a Adão Pereira de Camargo, inclusive com a implantação de ponte sobre o córrego, na avenida Américo Figueiredo. A abertura da via servirá de interligação da avenida Luiz Mendes de Almeida com o prolongamento da avenida General Osório, formando um corredor de acesso da região oeste a área central da cidade.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Maus-tratos: cachorro encontrado tremendo dentro de lixeira é resgatado na região do Wanel Ville

Bolsonaro diz que lei de abuso de autoridade terá quase 20 vetos

Cartões da Urbes terão pagamento de tarifa por QR Code e reconhecimento facial

Vá em paz, coronel Attílio Graco Carmignani

Prefeitura confirma primeiro caso de sarampo em Sorocaba; vítima tem 7 anos

Coordenadora, gestora, assessora, encarregada: as multifunções de Taty Pólis