Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Vereadores sobre CP de vice e Crespo: “quem assumir prefeitura não se reelegerá”

Postado em: 02/05/2019

Compartilhe esta notícia:

O presidente da Comissão Processante que apurará supostos casos de irregularidades cometidas pela vice-prefeita Jaqueline Coutinho (PTB), o vereador e pastor Luis Santos (PRO), informou, durante o Jornal da Ipanema, da Rádio Ipanema, desta quinta-feira (2), que as oitivas que apurarão a denúncia feita contra ela ocorrerão, todas, de portas fechadas. O vereador Anselmo Neto (PSDB), relator da comissão, também participou da entrevista.

“Acredito que, qualquer um de assumir a prefeitura hoje não terá chance de se reeleger em 2020, pois não conseguirá fazer nada. Sorocaba está quebrada”, disse Neto, referindo-se à hipótese de tanto Jaqueline quanto Crespo serem cassados. Neste caso, se ambos caírem, quem assume é o presidente da Casa Legislativa, Fernando Dini (MDB).

“Não vamos deixar ninguém exposto. Elas, se forem abertas, podem prejudicar o processo”, disse. Santos afirmou ainda que agilizará todos os trabalhos da CP para chegar o quanto antes a uma conclusão. “Nós queremos destravar a cidade”, defendeu. “Não podemos perder mais um semestre nesse imbróglio”.

Neto, que foi secretário de Crespo, relembrou o caso de 2017, o qual reassumiu seu mandato como vereador para votar contra a cassação de Crespo dentro da investigação sobre o diploma falso da ex-assessora Tatiane Polis. Durante a votação, ele foi impedido de votar e votou em seu lugar seu suplente, João Paulo Miranda. “A primeira comissão tinha um fato muito político. Briga da vice com o prefeito. Agora não, são situações que não são políticas. São perigosas e que prejudicam a população. Desde que começou esse mandato são só situações negativas. O povo não aguenta mais”, comentou citando as investigações do governo Crespo na Operação Casa de Papel.

Ainda segundo Neto, não há lei que demande o afastamento do prefeito durante investigação da Comissão, estas cabidas somente a um presidente da República, por exemplo. Porém, se a Justiça determinar que Crespo seja afastado, isso ocorrerá.

Ainda, o presidente comentou que “a Câmara dará uma resposta clara, objetiva e justa, para não dizer que estamos buscando o benefício de um com o prejuízo de outro” comparando Jaqueline com o prefeito José Crespo (DEM), já que corre também na Casa Legislativa uma CP contra ele.

A vice-prefeita foi notificada na tarde de terça-feira (30) da abertura do processo de investigação. Ela é acusada de ter utilizado irregularmente os serviços de um funcionário do Saae em benefício próprio e de sua família. A vice tem 10 dias, contados a partir de 2 de maio por conta do feriado do Dia do Trabalhador, para apresentar defesa.

A notificação foi entregue pelo relator da comissão, o vereador Anselmo Neto (PSDB), logo após a primeira reunião de trabalho do grupo. Participaram da atividade os vereadores Luis Santos (PROS), presidente da Comissão Processante, e Engenheiro Martinez (PSDB).

“A reunião teve como objetivo definir a notificação da vice-prefeita e isso foi feito. Agora vamos aguardar a chegada do documento de defesa para,a partir daí, definir um cronograma de trabalho e oitivas”, afirma Anselmo Neto.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Alunos da Rede Municipal terão de cantar hinos Nacional e de Sorocaba às segundas

Assalto a Viracopos tem bandido morto por sniper e policial preso em caminhão de lixo; veja vídeo

Bolsa Família volta a ter fila de espera e corre risco de encolher

Black Friday: Procon intensifica ações para cliente não cair em "pegadinha" durante as promoções

Com ajuda de companheira, mãe mata e esquarteja filho de 9 anos

O teatro que se tornou livro – Cálculo Ilógico - de Jessica Menkel; acompanhe a coluna semanal de José Simões