Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Vereadora denuncia suposto assédio sexual envolvendo o ex-titular da Educação

Postado em: 13/09/2018

Compartilhe esta notícia:

Atualizada às 18h50 de 20/09/18

Por Cida Muniz

A vereadora Fernanda Garcia (PSOL) usou a tribuna, durante a sessão extraordinária da Câmara Municipal de Sorocaba, para dizer que recebeu denúncias em seu gabinete sobre suposto assédio sexual do ex-secretário da Educação, Mário Bastos.

O requerimento aprovado nesta quinta-feira (13), de autoria da vereadora, solicita informações da Corregedoria-Geral do Município, cópia da denúncia enviada ao órgão e também cópia do processo administrativo instalado.

Ainda no requerimento, Fernanda lembra que o prefeito José Crespo (DEM) exonerou Bastos, afirmando “quebra de confiança” e que o pedido de investigação à Corregedoria fez com que fosse instaurado o processo administrativo em consequência disso.

O vereador Irineu Toledo (PRB), líder do governo, se pronunciou, afirmando que está certo o procedimento investigativo, “mas que não se deve julgar antes da apuração”.

Em entrevista ao Ipa Online, Fernanda destacou as denúncias que chegaram ao seu gabinete, sendo que a fonte está sendo preservada.

Segundo apurou a reportagem, numa das denúncias formalizadas à Corregedoria está o suposto assédio a uma menor de 16 anos dentro da própria Prefeitura. Há também informações sobre o ex-secretário circulando por redes sociais.

Em contato com a reportagem, Mário Bastos disse estar “surpreso” com a repercussão da vereadora sobre as supostas denúncias e afirmou “não ter tido nenhum contato com menores” durante a gestão à frente das pastas que administrou no Paço, entre elas a de Recursos Humanos e Educação.

Ele falou, ainda, “desconhecer” o teor do material que está com a Corregedoria, enfatizando estar “tranquilo” com relação às suposições que vêm sendo feitas sobre ele.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Sorocaba amanhece sem ônibus; quatro são queimados durante a madrugada

Contêiner se solta de carreta e causa congestionamento na Rodovia Raposo Tavares

Ministro do STJ converte prisão de Pastor Everaldo em preventiva

Prefeitura decide suspender aulas em escola ‘invadida’ por fumaça de queimada

Prefeitura impede construções irregulares em área de proteção ambiental

Membros do Conselho LGBT são empossados em encontro na Prefeitura