Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Vereador pede providências à Cetesb a respeito de despejo de esgoto em córrego do bairro Cajuru

Postado em: 21/10/2019

Compartilhe esta notícia:

O despejo de esgoto no Córrego Tapera Grande tem causado transtornos para os moradores do Cajuru, sobretudo em relação ao mau cheiro.

 

A constatação é do vereador João Donizeti Silvestre (PSDB), que, por meio de requerimento aprovado na Câmara Municipal, solicita informações à Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) sobre as providências que estão sendo tomadas quanto ao problema, uma vez que o referido esgoto não é proveniente de Sorocaba.

 

Donizeti lembra que, desde 2017, com o início da operação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Parque Vitória Régia, o Córrego Tapera Grande deixou de receber a carga de esgoto da cidade de Sorocaba. “Mas um grande volume de esgoto ainda é lançado no córrego, oriundo da região do Pirapitingui. Esse esgoto empoça em vários pontos, formando pequenos lagos, que exalam um mau cheiro insuportável”, afirma.

 

Ajuste de Conduta

 

O parlamentar observa que, há cerca de dez anos, a cidade de Itu vem construindo a Estação de Tratamento de Esgoto do Pirapitingui, que foi entregue em 2014, mas ainda não entrou em funcionamento, devido a alguns problemas estruturais.

 

Donizeti destaca que existe um TAC (Termo de Ajuste de Conduta), celebrado em 2008 entre o Ministério Público e a companhia de saneamento de Itu, estabelecendo que o município vizinho não poderia lançar esgoto in natura no Rio Pirajibu, e nem mesmo esgoto tratado nos ribeirões Varejão, Tapera Grande e Sanatório, salvo se não houvesse outro recurso e com a aprovação da Cetesb.

 

“Queremos saber da Cetesb como está a situação desse Termo de Ajuste de Conduta e qual o prazo máximo para que a cidade de Itu realize definitivamente a coleta do esgoto que é lançado no Córrego Tapera Grande”, diz o vereador. “Sorocaba, em especial os moradores do Cajuru, não pode continuar sofrendo com esse esgoto, mesmo depois de conquistarmos a Estação de Tratamento do Vitória Régia, pela qual tanto lutamos, junto com a nossa comunidade”.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Segurança reage a assalto com arma de pressão e é baleado no litoral de SP

Paulo Guedes: contribuição patronal na capitalização gerará desemprego de jovens

Prefeitura diminui risco de desabamento de viaduto que cedeu na Pinheiros

Em luto por morte de elefante Haisa, Zoo Quinzinho de Barros não abre nesta 5ª

Homem morre em troca de tiros com a PM; agressor havia espancado companheira

Inteligência artificial ainda não consegue escrever artigo para a New Yorker, conclui teste