Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Irineu critica Ipanema, leva ‘puxão de orelha’ de partido e pede desculpas

Postado em: 17/03/2019

Compartilhe esta notícia:

O vereador Irineu Toledo (PRB) se manifestou oficialmente no sábado (16) sobre a repercussão de sua discussão nas redes sociais com professores municipais e moradores de Sorocaba, ocorrida na última quinta-feira (14).

Em uma nota oficial publicada no site da Câmara Municipal, o parlamentar criticou o Grupo Ipanema, disse ser a favor de “categorias de trabalhadores honestos”, atacou os salários de professores, disse ser vítima de ‘mobilizadores’ virtuais e de tendenciosos veículos de imprensa, mas silenciou-se sobre as ofensas dirigidas aos docentes, a quem chamou de “parasitas do serviço público”.

Ele foi repreendido pela direção estadual de seu partido, que também divulgou uma nota oficial em que criticou o posicionamento e o linguajar do vereador.

A nota oficial de Irineu foi publicada no site da Câmara Municipal às 19h14 do sábado (16). O texto, assinado pela assessoria de imprensa do vereador, afirma que ele “expressou sua opinião a respeito da quantia salarial paga a professores da Rede Municipal de Ensino”, o que gerou uma “onda de ataques e ofensas generalizadas” contra ele, propagada “pelas redes e imprensa”.

O texto também afirma que a matéria feita pelo Ipa Online na última sexta-feira (15) teria sido a causadora do que chamou de “ameaças de cassação de mandato”. “Por conta de uma manchete jornalística totalmente parcial e deturpada, veiculada pelo Grupo Ipanema com o tema: ‘Líder de Crespo na Câmara escracha professores e bate-boca com internautas’. Vale ressaltar que este veículo é de propriedade do sr. Kiko Pagliato, um declarado desafeto político do atual prefeito”, ressalta o texto.

A nota segue dizendo ser “a fim de esclarecer os fatos, que de maneira maliciosa foram apresentados à sociedade”, com uma declaração do parlamentar. Ele afirmou que “sempre fui e sempre serei favorável a todas as categorias de trabalhadores honestos, sejam eles do segmento público ou privado, diferentemente das lideranças políticas do mal, que possuem interesses escusos e são grandes conhecidos por sua postura de propagar o caos e o sentimento do ‘quanto pior, melhor’, usando dos mais diversos recursos e discursos de credibilidade duvidosa, sempre no intuito de confundir a opinião pública”.

O texto oficial ainda cita números que, segundo o parlamentar, foram obtidos do Portal da Transparência da Prefeitura. Irineu afirmou que suas críticas foram voltadas, exclusivamente, para os salários dos professores PEB I e II, e não sobre auxiliares de Educação e estagiários que, segundo o vereador, “como é de conhecimento público, são pessoas que acabam exercendo atribuições semelhantes aos PEB I e II, em sala de aula, porém recebendo menores salários”.

Irineu ainda afirmou que “não há fundamentação para argumentos de natureza que busquem afirmar que os professores da rede municipal de Sorocaba recebem um mau salário”.

O parlamentar disse que não teve intenção de ofender pessoas ou toda uma categoria ao manifestar sua opinião, e pediu “sinceras desculpas, ressaltando seus embasamentos e reforçando seu compromisso com toda a sociedade sorocabana”.

Para o vereador, “os perversos ataques que recebi foram fruto das ações de conhecidos ‘mobilizadores’ virtuais e de tendenciosos veículos de imprensa, os quais destacaram trechos da discussão, atribuindo-lhes contexto diverso, tudo com o objetivo de causar-me prejuízos políticos e incitar o ódio contra a minha pessoa”.

Irineu seguiu afirmando que vai persistir “com o mesmo propósito, comprometido com a verdade e sem qualquer receio de perder votos. Não me furtarei ao desafio de permanecer comprometido com a verdade, ainda que em prejuízo político próprio. E caso isto venha a ocorrer, penso que terei cumprido minha missão!”, explicitou a nota.

PRB se manifestou contra

No início da tarde de sábado, o diretório estadual do Partido Republicano Brasileiro (PRB) enviou uma nota oficial à imprensa, em que afirma que o vereador pelo partido “protagonizou um ‘bate-boca’, nesta quinta-feira (14), com usuários de uma rede social. Em tom de discussão, o parlamentar disparou ofensas contra professores da rede pública de ensino”.

O Partido Republicano Brasileiro, em nome do seu presidente estadual, Sergio Fontellas, afirmou que não se responsabiliza pelas opiniões expostas pelo parlamentar. “Não compactuamos com seu posicionamento. Tão pouco com as expressões e linguajar utilizados”.

Fontellas também registrou sua consideração pelos profissionais da área da educação. “Professores fazem parte da formação de cada um dos cidadãos brasileiros. Merecem nosso respeito. Inclusive, o PRB tem parlamentares que, antes de se elegerem, exerceram essa atividade por anos. Atualmente, eles lutam por esta classe, por maior reconhecimento e remuneração”.

Relembre o caso

O vereador líder da base do governo do prefeito José Crespo na Câmara, o pastor Irineu Toledo (PRB), protagonizou um bate-boca com professores e internautas no Facebook, nesta noite de quinta-feira (14).

Na discussão acalorada o parlamentar dispara diversas ofensas contra os professores, como “incultos”, “parasitas do serviço público”, “ditadores asquerosos” etc.

Tudo começou com o compartilhamento de um meme por um usuário do Facebook, que cita a tragédia ocorrida em uma escola estadual de Suzano. Nele, um usuário do Twitter opina que “professores ganham mal”. O vereador questionou o fato por meio de comentário na publicação: “não sei quem colocou na cabeça de vocês que professor ganha mal!!!”.

Quem acompanha a postagem resolveu contrariar a opinião do vereador e acabou entrando em um bate-boca com o mesmo, que chegou a comentar que “os professores reclamam de tudo, nunca estão satisfeitos e ganham os melhores salários”.

O Ipa Online se mantém à disposição para manifestação do vereador.

Veja os prints da discussão abaixo:

width=497

width=491 width=462 width=495 width=494 width=461 width=500 width=492 width=505 width=501 width=500 width=484

 

Veja a íntegra da nota de esclarecimento da Assessoria do vereador Irineu Toledo (PRB)

Nos últimos dias, após o vereador Irineu Toledo ter expressado sua opinião a respeito da quantia salarial paga a professores da Rede Municipal de Ensino, uma onda de ataques e ofensas generalizadas contra sua pessoa foi propagada pelas redes e imprensa.

Desde então, pessoas mal-intencionadas buscam ferir a honra do vereador Irineu Toledo, seus valores e crenças, e até propagam ameaças de “cassação de mandato”, por conta de uma manchete jornalística totalmente parcial e deturpada, veiculada pelo Grupo Ipanema, com o tema: “Líder de Crespo na Câmara escracha professores e bate-boca com internautas”. Vale ressaltar que este veículo é de propriedade do sr. Kiko Pagliato, um declarado desafeto político do atual prefeito.

A fim de esclarecer os fatos, que de maneira maliciosa foram apresentados à sociedade, o vereador Irineu Toledo vem por meio deste esclarecer:

“Sempre fui e sempre serei favorável a todas as categorias de trabalhadores honestos, sejam eles do segmento público ou privado, diferentemente das lideranças políticas do mal, que possuem interesses escusos e são grandes conhecidos por sua postura de propagar o caos e o sentimento do ‘quanto pior, melhor’, usando dos mais diversos recursos e discursos de credibilidade duvidosa, sempre no intuito de confundir a opinião pública”.

O vereador Irineu Toledo ainda esclarece que sua opinião era exclusivamente voltada para a quantia salarial paga aos professores PEB I e II da rede municipal, excluindo da discussão os auxiliares de educação e os estagiários, que, como é de conhecimento público, são pessoas que acabam exercendo atribuições semelhantes aos PEB I e II, em sala de aula, porém recebendo menores salários.

Os argumentos do vereador Irineu Toledo são fundamentados a partir de informações disponíveis no Portal de Transparência – que pode e deve ser acessado por qualquer cidadão e onde pode ser constatado que na cidade de Sorocaba:

• Ao menos 1000 professores, dos 1.214 PEB II, recebem salários que partem de R$ 5.342,06;

• A maioria dos 885 Professores PEB I recebe mais de R$ 4.442,00 para trabalharem.

Ambas as categorias possuem jornadas de 6 horas diárias e, somado a estes valores, ainda há a questão do impacto da readequação de jornada, que obriga que 1/3 das jornadas sejam cumpridas em atividades extraclasse, conhecidas pela sigla HTP (“hora de trabalho pedagógico”).

A partir desta realidade e dos números do Portal da Transparência, o vereador Irineu Toledo compreende que não há fundamentação para argumentos de natureza que busquem afirmar que os professores da rede municipal de Sorocaba recebem um mau salário e ressalta: “Possivelmente, se compararmos esses dados com a realidade de inúmeras cidades da região, até mesmo do Estado e do País, constataremos que temos boa média salarial em nossa cidade”.

De maneira objetiva e por hora, o vereador Irineu não pretende ingressar no debate dos supersalários – de professores que recebem acima de R$ 15 mil, R$ 17 mil e R$ 25 mil reais, tendo em vista de que se trata de uma seleta minoria, porém são realidades que existem e devem ser observadas; ou acerca do altíssimo índice de absenteísmo (afastamentos justificados) enfrentado pela Secretaria de Educação, cujas informações preliminares indicam que o custo gerado ultrapassa R$ 6 milhões de reais – no período de janeiro a agosto de 2018 – os quais por sua vez saem dos cofres municipais, e do bolso da população.

Mais uma vez, o vereador Irineu Toledo, pretende reforçar que nunca houve intenção de ofender pessoas ou toda uma categoria ao manifestar sua opinião. Desta forma, o vereador manifesta, antecipadamente, suas sinceras desculpas, ressaltando seus embasamentos e reforçando seu compromisso com toda a sociedade sorocabana.

O vereador Irineu Toledo ainda afirma: “Reconheço que os perversos ataques que recebi foram fruto das ações de conhecidos ‘mobilizadores’ virtuais e de tendenciosos veículos de imprensa, os quais destacaram trechos da discussão, atribuindo-lhes contexto diverso, tudo com o objetivo de causar-me prejuízos políticos e incitar o ódio contra a minha pessoa”.

Por fim, o vereador ressalta: “Persistirei com o mesmo propósito, comprometido com a verdade e sem qualquer receio de perder votos. Não me furtarei ao desafio de permanecer comprometido com a verdade, ainda que em prejuízo político próprio. E caso isto venha a ocorrer, penso que terei cumprido minha missão!” – encerra o vereador.

ASSESSORIA DE IMPRENSA DO VEREADOR IRINEU TOLEDO

Veja a íntegra da nota de esclarecimento do PRB São Paulo

Sorocaba (SP) – Irineu Toledo, vereador pelo PRB em Sorocaba, protagonizou um “bate-boca”, nesta quinta-feira (14), com usuários de uma rede social. Em tom de discussão, o parlamentar disparou ofensas contra professores da rede pública de ensino.

O Partido Republicano Brasileiro (PRB), em nome do seu presidente estadual, Sergio Fontellas, não se responsabiliza pelas opiniões expostas pelo parlamentar. “Não compactuamos com seu posicionamento. Tão pouco com as expressões e linguajar utilizados”.

Fontellas também registrou sua consideração pelos profissionais da área da educação. “Professores fazem parte da formação de cada um dos cidadãos brasileiros. Merecem nosso respeito. Inclusive, o PRB tem parlamentares que, antes de se elegerem, exerceram essa atividade por anos. Atualmente, eles lutam por esta classe, por maior reconhecimento e remuneração”.

A Coordenadora de Comunicação do PRB São Paulo, Fábia Zuanetti, conta que há normas de conduta e procedimentos para a divulgação dos trabalhos e opiniões de cada um dos mandatários da sigla. “O PRB é um partido que tem valores e o maior deles é o respeito. É preciso manter a empatia e a cordialidade até mesmo quando há divergências de ideias”. Segundo a jornalista, as diretrizes são definidas e constantemente alinhadas com a direção da Agência Nacional de Comunicação do PRB.

Coordenação/Assessoria de Comunicação do PRB São Paulo

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Tribunal condena Caixa por descumprir a Lei de Cotas; multa é de R$ 1 milhão por dia

Dini vai apurar falta de estrutura na UPH Norte após denúncia de munícipes

Nova fase da Marvel vai ter Thor Mulher, continuações e séries com Vingadores

Ministério da Economia estuda medidas para aumentar rentabilidade do FGTS

Saque do abono salarial do PIS 2018/2019 vai até sexta-feira

CPI da Cies: parecer de prorrogação contratual foi assinado por comissionado