Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Vereador cobra explicações sobre falta de insumos na rede municipal de saúde

Postado em: 27/07/2019

Compartilhe esta notícia:

O vereador Hudson Pessini (MDB) quer explicações, por parte da prefeitura de Sorocaba, sobre a denúncia que aponta cortes no fornecimento de itens essenciais à saúde e sobrevivência de pacientes da rede municipal de saúde. Entre os denunciantes estão diabéticos insulinodependentes, traqueostomizados e parentes de pessoas que se alimentam por meio de sonda.

No caso dos diabéticos, os pacientes contam que há meses sofrem com a redução e até mesmo a interrupção das entregas de insulina nas unidades de saúde. O medicamento é de uso diário e a interrupção do uso pode gerar efeitos gravíssimos. A ausência do hormônio no organismo descompensa o nível de glicose, elevando o risco de cegueira. É capaz de causar a incapacidade de cicatrização de feridas, comprometer o funcionamento dos rins e do sistema nervoso, levando a um quadro de cetoacidose, problema que representa risco de morte.

Já os pacientes que foram submetidos à traqueostomia contam que a prefeitura reduziu pela metade o fornecimento de filtros HME, item essencial para a saúde de pessoas nessa condição. Cada paciente recebia 30 filtros por mês. Com os cortes, passaram a retirar apenas 15. O material impede a passagem de bactérias e o acesso de outras impurezas ao orifício na traqueia, evitando doenças pulmonares. Nas instruções de uso desse tipo de insumo, os fabricantes alertam que o filtro precisa ser trocado a cada 24 horas e jamais deve ser reutilizado, sob risco de infecções.

Pessoas que se alimentam através de sonda também foram afetadas, segundo denúncia de familiares. Eles relatam que a prefeitura deixou de prover alimentação prescrita para dieta enteral aos pacientes cuja sobrevivência depende do consumo dessas formulações.

Requerimento

Pessini elaborou requerimento à Prefeitura cobrando uma resposta sobre as falhas e suspensões na distribuição desses suprimentos. No documento, ele ressalta a gravidade das denúncias e solicita um detalhamento sobre a situação, além das medidas que serão empenhadas para resolvê-la.

“Essa é uma demonstração de descaso e irresponsabilidade com a vida dessas pessoas. Estou exigindo a normalização para garantir a sobrevivência dos pacientes”, pontuou o vereador, que pretende formalizar denúncia aos órgãos competentes e requerer intervenção judicial caso as entregas não sejam regularizadas.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Receita começa a receber nesta segunda-feira declarações do Imposto de Renda

Atendimento presencial na Urbes segue critério do dígito final do CPF

Estou cada vez mais apaixonado por Trump, diz Bolsonaro

Primeiro dia das campanhas de ‘pólio’ e multivacinação tem procura pequena

Cidade da região de Sorocaba é alvo de operação contra adulteração de combustíveis

Desembargador que humilhou GCM em Santos reaparece usando máscara