Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Vendedor tem mercadorias apreendidas pela equipe da fiscalização da Prefeitura

Postado em: 11/04/2019

Compartilhe esta notícia:

A Fiscalização da Prefeitura de Sorocaba apreendeu quase duas mil peças de tapeçaria que seriam revendidas clandestinamente pelas ruas de Sorocaba e o responsável pagou R$ 3,2 mil para recuperar as mercadorias, na manhã desta quinta-feira (11). “A nossa administração combate o comércio clandestino. Nós regularizamos a atividade de ambulante e apoiamos o trabalho daqueles que foram devidamente cadastrados”, declara o prefeito José Crespo.

O flagrante ocorreu na rua Coronel José Prestes, no exato instante que o responsável pelo carregamento distribuía aos demais clandestinos que planejavam vender pelas ruas da cidade. A equipe de Fiscalização de Feiras e Ambulantes da Secretaria da Segurança e Defesa Civil (Sesdec) apreendeu cerca de 1,8 mil itens entre tapetes, redes e mantas, além de aproximadamente 200 acessórios em couro, como cintos e carteiras.

A atividade irregular foi notada por profissionais da Secretaria de Políticas sobre Drogas, Resgate Social do Morador de Rua e Direitos das Pessoas com Deficiência e Idosos (Sepod). “Trabalhamos em parceria, imediatamente informamos à Sesdec que deu sequência às providências contra a atividade irregular”, declara o titular da Sepod, dr. José Humberto Urban Filho.

O chefe da Divisão de Fiscalização da Sesdec, Fabiano Pedroso de Proença, explica que o caminhão foi escoltado pela Guarda Civil Municipal até a Seção de Fiscalização e para recuperar todo o material apreendido, o responsável pelo ato precisou pagar uma taxa de apreensão no valor de R$ 3.252,72, conforme prevê a lei municipal de número 10.985/2014.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Operação Narguilé intensifica fiscalização contra venda do produto para menores

“Detetive Pikachu” e “Cemitério Maldito” são destaques entre estreias nos cinemas

Homem acusa médico e funcionários da UPH da Zona Norte de agressão; prefeitura investiga

Orientador pedagógico é afastado após ser denunciado por abusar de estudantes

Peixes-boi continuam morrendo devido às toxinas presentes nas águas da Flórida

Quadrilha que assaltava e agredia motoristas de aplicativos é presa