Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

“UPH da Zona Leste não vai fechar”, garante chefe de gabinete de Crespo

Postado em: 18/02/2019

Compartilhe esta notícia:

A Prefeitura de Sorocaba não vai fechar a UPH Zona Leste. A afirmação foi feita pelo chefe de gabinete da Administração Municipal, Carlos Mendonça, durante audiência pública na noite desta segunda-feira (18), na Câmara Municipal. A Prefeitura, no entanto, ainda não sabe qual é a solução para o fim do contrato com a organização social gestora da unidade, o Banco de Olhos de Sorocaba (BOS), em 15 de maio. A secretária da Saúde, Marina Pereira, não compareceu à audiência.

“A UPH Leste não vai fechar. O prefeito me disse isso hoje à tarde, pouco antes de vir pra cá. Então, não vai fechar a Zona Leste. Nós estamos tentando uma forma jurídica, prática, econômica, um jeito para que isso se sustente”, afirmou o chefe de gabinete do Executivo. Mendonça ainda disse na audiência que a Prefeitura não sabe como vai manter, e que os estudos estão sendo feitos.

O convênio entre a Prefeitura Municipal e o Banco de Olhos de Sorocaba para a estruturação, operacionalização e gerenciamento da Unidade Pré-Hospitalar da Zona Leste foi renovado por quatro meses em 15 de janeiro e tem previsão de término para 15 de maio deste ano. O contrato tem sido renovado emergencialmente pela Prefeitura, devido o fim do prazo de 60 meses permitido pela lei de licitações, a 8.666/93.

De acordo com a assessora da diretoria do BOS, Jussara Cristina de Oliveira Souza, os funcionários da unidade sofrem desde maio de 2018 sem saber se vão continuar trabalhando. “Fizemos a rescisão com todos os funcionários, comunicamos nossos fornecedores. No entanto, em 21 de junho de 2018, em entrevista coletiva o prefeito nos anuncia que teríamos um termo de prorrogação excepcional e que em seis meses conseguiria fazer alguma coisa. Passado isso, em novembro de 2018 solicita-se, porém, um termo de prorrogação da prorrogação especial pelo período de quatro meses, que se encerra agora em maio de 2019”, explicou.

Durante a audiência, o vereador Silvano Jr., um dos proponentes do encontro, reclamou sobre a ausência da secretária da Saúde. “A secretária Marina tinha me garantido que estaria presente, e não veio e não justificou. Eu tinha pelo menos cinco perguntas para fazer”, afirmou o parlamentar. A iniciativa da audiência, além de Silvano, foi do presidente da Casa, vereador Fernando Dini (MDB), juntamente com os vereadores Hudson Pessini (MDB) e Wanderley Diogo (PRP).

Além dos proponentes, participaram da sessão os vereadores Renan Santos (PCdoB), João Donizeti (PSDB) e Fausto Peres (Podemos)

A UPH Zona Leste, gerida pelo BOS, abrange uma área de 33 bairros, embora receba pacientes de toda a cidade, e atende principalmente crianças e pessoas idosas.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Cobrança da Zona Azul e uso do cartão estudante continuam suspensos até dia 31

Traficante esconde drogas e dinheiro na cueca, mas acaba preso pela Polícia Militar

Mostra informa sobre Lei Maria da Penha e a rede de proteção à mulher em Sorocaba

Suspeitos de roubo batem em outros carros durante tentativa de fuga em SP

PAT comemora inserção de 254 trabalhadores de Sorocaba no mercado de trabalho em junho

Estado de São Paulo proíbe fornecimento de canudo de plástico