Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Três hotéis estão habilitados a receber idosos encaminhados pela Prefeitura; diária será de R$ 200,00

Imagem de Arquivo / Agência Sorocaba
Postado em: 16/07/2020

Compartilhe esta notícia:

Três hotéis locais foram habilitados através do credenciamento 01/2020, da Secretaria da Cidadania de Sorocaba (Secid), para receber idosos vulneráveis que precisem se isolar durante a pandemia, e cuja residência não possuí condições adequadas para isso. O Grand Hotel Royal, Sorocaba Park Hotel e Hotel Ibis cumprem as exigências do edital publicado; outros três hotéis inscritos foram desabilitados. A relação completa do credenciamento pode ser conferida na edição da última terça-feira (14) do o jornal Município de Sorocaba.

Sorocaba vai disponibilizar cinquenta vagas contratadas por noventa dias, podendo ser prorrogado caso haja necessidade. Cada vaga/dia custará R$ 200,00. A Divisão de Gestão do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) fez uma pesquisa na rede hoteleira de Sorocaba e estabeleceu o preço médio após constatar que o valor da diária gira em torno de R$ 170,00 a R$ 295,00. Nos próximos dias a Secid publica uma normativa com as informações para que, em conjunto com a Secretaria da Saúde,  possam ser definidos parâmetros de encaminhamento dos idosos aos hotéis.

Os hotéis credenciados vão oferecer: portaria/recepção para atendimento e controle permanente de entrada e saída; guarda de bagagens e objetos de uso pessoal dos hóspedes; conservação, manutenção, arrumação e limpeza das áreas, instalações e equipamentos; condições adequadas de higiene e infraestrutura; acessibilidade para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, com apartamentos adaptados, além de serviços de governança para atendimento às demandas apresentadas pelos hóspedes, preferencialmente em horário comercial, entre outros. Haverá, ainda, rigoroso controle de acesso aos apartamentos, visando à segurança dos hóspedes e o fornecimento de três refeições diárias, café da manhã, almoço e jantar.

Os apartamentos abrigarão de uma a duas pessoas e devem dispor de acesso à Internet banda larga, por meio de sistema wi-fi; ter local apropriado para a guarda de roupas e objetos pessoais; ser equipado com aparelho de ar condicionado, cofre para guarda de valores e frigobar; ter linha telefônica para chamadas internas e externas (custo por conta do usuário); dispor de sistema de TV a cabo ou satélite; possuir sistema de fechadura privativa; e dispor de toalete privativo, equipado com ducha e lavatório aquecido.

Segundo o secretário da Cidadania, Paulo Henrique Soranz, o principal objetivo desse credenciamento é propiciar o “distanciamento social aos idosos mais vulneráveis ao contágio pelo novo coronavírus. Muitos deles não possuem local adequado para se isolar, quando alguém de sua família apresenta sintomas da Covid-19, pois muitos vivem em moradias pequenas e ou precárias, o que impossibilita o isolamento necessário para esta população que possui maior risco de agravamento se adquirir a doença”, concluiu.

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Sorocaba terá mais 73 novos leitos Covid para ampliar assistência à população

Corpo de estudante que morreu em acidente de moto será sepultado hoje

Votorantim registra 859 casos confirmados de Covid-19; 580 estão recuperados

Após quarentena, MASP reabre com exposições sobre histórias das danças

MEC divulga nesta segunda-feira (28) os resultados do Sisu

Sorocabanos dormem em fila para se inscrever em cursos da Uniten