Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Terrenos sujos e com mato serão multados pela Prefeitura a partir de terça-feira

Agência Sorocaba
Postado em: 08/03/2020

Compartilhe esta notícia:

Proprietários de terrenos sujos e com mato começam a ser multados a partir desta terça-feira (10), após a publicação do edital 05/2020, na edição nº 2454 do Jornal Município de Sorocaba, visando potencializar a campanha de combate à dengue. A estimativa é de que existam cerca de 65 mil lotes espalhados por toda a cidade.

O objetivo da Prefeitura de Sorocaba, por meio da Fiscalização da Secretaria de Segurança Urbana (Sesu), é dar ciência pública e visibilidade à ação que visa evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti e que pode se multiplicar em qualquer recipiente com água parada, inclusive aqueles que estão expostos à água da chuva em terrenos baldios.

Donos de áreas nessas condições não serão intimados individualmente, visto que a característica e objetivo da publicação, que é o de dar ciência coletiva à população, foram cumpridas. A limpeza e roçagem dos terrenos deverão ser realizadas no prazo de até 48 horas, a partir da data de publicação do edital que desburocratiza o sistema de fiscalização, permitindo que os fiscais partam diretamente para a emissão do auto de infração.

Áreas sujas e com mato serão multadas considerando-se a metragem. Segundo o chefe de Divisão de Posturas Mobiliárias e Imobiliárias, Fabiano Proença, áreas de até 500m² têm o valor da multa em R$ 6,38/m². Acima dessa metragem, o valor da multa é de R$ 9,10/m². O valor da multa é dobrado em caso de reincidência e que será constatada por uma segunda visita da fiscalização ao terreno identificado.

Proença alerta, ainda, que a Prefeitura não realizará a limpeza de áreas para, posteriormente cobrar dos proprietários, como já foi feito anteriormente. “Uma  vez que o edital publicado na Impressa Oficial, o poder público cumpre o papel de aviso à população e os donos de imóveis nestas condições não podem alegar desconhecimento da lei”, reforçou.

O Chefe da Divisão de Posturas Mobiliárias e Imobiliárias considera que o mais importante desta ação é reforçar a necessidade do combate à dengue, que já estabeleceu um momento epidêmico na cidade. “Quando cada um cuida do seu espaço, todos se beneficiam. E os proprietários de terrenos baldios ou não que mantiverem as suas propriedades em boas condições de limpeza e de roçagem, podem ficar tranquilos. Multaremos apenas os donos de áreas que não cumprem a determinação da lei”, enfatizou.  Conforme Proença, a auto de infração será enviado com AR ( Aviso de Recebimento), via Correios.

Em relação às áreas públicas, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Sema), tem concentrado esforços em ações de limpeza que têm sido feitas de forma conjunta com a manutenção dos jardins e canteiros de praças, ruas e avenidas da cidade. Além do serviço de limpeza e retirada de entulhos e outros materiais inservíveis em áreas públicas, descartados irregularmente, realizados pela Secretaria de Serviços Públicos e Obras (Serpo) que auxiliam no combate ao mosquito vetor.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Sorocaba inicia vacinação de sarampo em crianças entre 6 e 11 meses de idade

Eleitor tem somente até esta semana para justificar ausência no primeiro turno das eleições 2020

Governo de SP lança site com orientações sobre uso obrigatório de máscaras

Artistas de Sorocaba receberão auxílio emergencial pelo governo de São Paulo

Genoma do Coronavírus que infectou brasileiro vindo da Itália é sequenciado por pesquisadores em São Paulo

Pedreiro é preso com armas, munições e mais de 90 quilos de cocaína