Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Tem gente que não quer comparação, diz Haddad

Postado em: 07/10/2018

Compartilhe esta notícia:

Catia Seabra, FOLHAPRESS

O candidato do PT, Fernando Haddad, iniciou, na manhã deste domingo, a estratégia de confronto com o líder da pesquisa, Jair Bolsonaro (PSL).

Após café da manhã no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Haddad disse que “tem gente que não quer que haja segundo turno para que não haja comparação”.

“A exposição, às vezes, prejudica um candidato que não tem proposta. É mais fácil ganhar sem se expor”, disse ele.

Na entrevista, concedida antes de seguir para o local de votação, Haddad disse ter uma confiança muito grande de que haverá segundo turno. “É bom para o Brasil. Mais tempo de comparação de projetos”.

Segundo Haddad, “são projetos tão diferentes que para o cidadão ficará fácil optar”.
Ao responder quais seriam essas diferenças, recomendou: “Compare a história de cada um”.

O petista minimizou o peso do crescimento de seu índice de rejeição sobre o resultado final das eleições, caso chegue ao segundo turno.

“É natural que os dois primeiros colocados tenham maior índice de rejeição”.

Questionado se, a exemplo do que disse Bolsonaro, não telefonaria para o adversário para cumprimentá-lo, Haddad afirmou que ligará qualquer que seja o resultado.
“Sou um democrata desde que nasci”.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Trabalhadores recebem até esta quinta-feira a 2ª parcela do 13º salário

Hospital veterinário público em Osasco terá nome de cadela morta em supermercado

Chuvas registram 19mm em Sorocaba e vento forte derruba árvores em diversos bairros

Construção do segundo terminal de ônibus da Zona Norte é iniciada

Bolsonaro anuncia fim do horário de verão no Brasil a partir de 2019

Shopping Cidade Sorocaba comemora aniversário com campanha promocional