Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Taty Polis pega CPI ‘no susto’ ao pedir para adiar depoimento; Iara reclama de atitude

Postado em: 09/04/2019

Compartilhe esta notícia:

O advogado da Tatiane Polis, Márcio Leme, protocolou nesta terça-feira (9), na Câmara de Sorocaba, um pedido para que a oitiva de sua cliente, previsto para ocorrer hoje às 14 horas, na CPI do Falso Voluntariado, seja adiado. Assista abaixo

A oitiva de Taty Polis havia sido marcada semana passada. Entretanto, expectativa é de que CPI faça abertura dos trabalhos normalmente.

De acordo com Leme, que também é presidente da OAB Sorocaba, sua defesa não teve acesso ao conteúdo de servidores ouvidos pela CPI, o que poderia prejudicar a audiência da mesma. Questionado pelo Ipa Online se Taty Polis ainda atua na prefeitura, seu próprio advogado disse não saber responder. Ele ainda declarou: “ela não virá sem ter o prévio acesso aos depoimentos”.

O advogado chegou a revelar que descobriu a fonte anônima que denunciou o voluntariado de sua cliente à imprensa da cidade. Seria um dos investigados na Operação Casa de Papel, deflagrada nesta última segunda-feira (8), pela Polícia Civil e Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado.

A presidente Iara Bernardi (PT) recebeu a notícia com surpresa, já que o protocolo ocorreu às 13 horas, faltando 1 hora apenas para ocorrer a oitiva. Para ela, o fato pode ser considerado uma “fuga”. A parlamentar disse que, após consultar o Jurídico da Casa Legislativa, pode convocá-la de forma coercitiva.

Obstrução da CPI

A vereadora Iara Bernardi (PT) anunciou, durante a sessão ordinária desta terça-feira (9), que a Prefeitura de Sorocaba deixou de responder a requerimentos de autoria da Comissão Parlamentar de Inquérito 001/2019, conhecida como CPI do Falso Voluntariado. Após a aprovação dos requerimentos na Câmara, a Prefeitura tinha 7 dias para respondê-los. Contudo, passaram-se mais de 12 dias e até a sessão desta terça, o Paço não havia enviado as respostas requeridas.

Iara, que é Presidenta da CPI, e a vereadora Fernanda Garcia (PSOL), relatora das investigações, saíram da sessão após aprovação da Presidência da Casa de Leis, e foram ao Paço para entregar dois ofícios solicitando as respostas pendentes. Elas entregaram os ofícios para o Prefeito José Crespo (DEM) e para a secretária de Cidadania e Participação Popular, Suélei Gonçalves.

Segundo Iara, a secretária Suélei já tinha as respostas necessárias, mas não as entregou, recebendo o ofício a ela endereçado. O Prefeito Crespo disse estar em reunião, e não recebeu o ofício endereçado a ele. O Secretário de Relações Institucionais, Flávio Chaves, e o Secretário de Gabinete Central, Éric Vieira, também não quiseram receber o documento, que foi protocolado na Secretaria do Gabinete Central.

“Essa demora em enviar as respostas à CPI pode ser entendida como uma tentativa de obstruir as investigações da comissão, e é assim que a estamos entendendo agora. Vamos adotar as medidas cabíveis caso essa situação permaneça dessa forma, caso os documentos solicitados não cheguem até às 17h de hoje. Essa situação é inadmissível”, disse Iara.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Programa Meu Emprego amplia vagas e integra cursos de qualificação

Liberar venda de cigarro eletrônico será retrocesso, diz especialista

Homem com 11 passagens policiais é preso pela GCM após ameaçar ex-esposa em Sorocaba

PF mira dono da Havan e outros aliados de Bolsonaro em ação contra fake news

Bolsonaro retalia Joice e decide tirá-la da liderança do governo no Congresso

MP entra na Justiça e diz que Prefeitura de Sorocaba foi irresponsável por permitir abertura de salões e armarinhos